domingo, julho 3, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeBrasileirão - Serie AAnálise: com evolução coletiva e destaques individuais, Fluminense faz seu melhor jogo...

Análise: com evolução coletiva e destaques individuais, Fluminense faz seu melhor jogo no Brasileirão

Não são “só” os três pontos decorrentes da vitória por 2 a 1 sobre o Vasco neste sábado que devem ser comemorados. A evolução da equipe também. Além de destaques individuais, o Fluminense apresentou melhora coletiva considerável no Maracanã e fez seu melhor jogo neste início de Campeonato Brasileiro.

Fluminense comemora gol de Dodi contra o Vasco — Foto: André Durão/ge

Fluminense comemora gol de Dodi contra o Vasco — Foto: André Durão/ge

O Fluminense chegou ao primeiro gol logo no início do clássico, com um chutaço de Dodi, que rendeu ao volante mil reais de uma aposta com o técnico Odair Hellmann e também coroou o seu bom momento. Mas, mesmo com a vantagem no placar, o Tricolor não recuou. Esteve seguro na marcação e chegou com perigo algumas vezes, ficando mais próximo de ampliar do que sofrer o empate.

Na segunda etapa, o cenário mudou um pouco: o Vasco começou a crescer e aumentou a posse de bola, mas sem ameaçar o gol de Marcos Felipe, titular na vaga de Muriel, que ficou fora por conta de um desconforto muscular. Para Odair, a queda de produção se deu pelo desgaste físico em meio ao calendário apertado:

– Fizemos um excelente primeiro tempo, o Vasco tentou equilibrar a partir dos 25, 30 minutos, talvez. Fizemos o gols e criamos mais duas ou três situações. No segundo tempo a equipe caiu um pouco, porque não ficou tanto com a bola, mas justamente pela situação de sequência – disse o treinador em entrevista coletiva após o jogo.

O Fluminense ampliou em momento que estava mais discreto no jogo: Ganso deu bom passe para Fred, que fez um belo gol, o seu primeiro no retorno ao clube. A equipe ainda viu Talles Magno diminuir, após bobeiras de Egídio e Marcos Felipe, que espalmou no pé do atacante. A equipe, no entanto, conseguiu segurar o resultado e saiu do Maracanã com bons motivos para comemorar, além, é claro, da vitória.

Fred comemora seu gol com Ganso em Fluminense x Vasco — Foto: André Durão

Fred comemora seu gol com Ganso em Fluminense x Vasco — Foto: André Durão

Mas quais são os pontos principais para essa evolução do Fluminense em campo?

  • Dodi: não é mais novidade que o volante virou o “dono” do meio de campo tricolor. Consistente na marcação, ele é também o principal jogador nas transições ofensivas, sendo o “motorzinho” da equipe. Odair acertou em cheio em colocá-lo como titular desde a semifinal da Taça Rio, contra o Botafogo;
  • Michel Araújo é outro jogador que merece destaque. O treinador também enxergou boa função para o uruguaio, que ajuda a dar ritmo ao time. A vaga, antes, era de Yago, que estava deixando a equipe menos criativa e mais lenta;
  • Posicionamento de Nenê: antes “encaixotado” na direita, o veterano voltou a jogar com mais liberdade, flutuando pelo ataque tricolor. Não à toa voltou a se destacar.
  • Yuri também encaixou bem. O volante ganhou oportunidade com a lesão de Hudson e deu liga com Dodi. Faz a função mais de marcação e está seguro;
  • Marcos Paulo cresceu contra o Vasco. O atacante parecia desligado nos últimos jogos, mas foi bem no clássico deste sábado, voltando a jogar o que esperam dele. Seu posicionamento, assim como do Nenê, chamou atenção. Atuou de maneira mais livre na frente e mais próxima do gol, de frente para o marcador, justamente como costuma se sair melhor;
  • Muitas vezes questionado, Ganso também merece ser lembrado. Titular contra o Athletico-PR, o meia teve atuação regular e voltou a entrar bem contra o Figueirense e Vasco: iniciou a jogada na última terça-feira que terminou em pênalti em Yago e, neste sábado, deu assistência para Fred.
Odair Hellmann Fluminense x Vasco Maracanã — Foto: André Durão/ge

Odair Hellmann Fluminense x Vasco Maracanã — Foto: André Durão/ge

A equipe, é claro, ainda pode melhorar, mas com certeza já apresenta outro futebol em relação ao visto contra Grêmio e Palmeiras, por exemplo, nas duas primeiras rodadas do Brasileirão. Sem tempo para treinar, mas na base da conversa e do bom relacionamento com o grupo, Papito tem conseguido, aos poucos, extrair o melhor de suas peças individuais e dar mais consistência ao coletivo.

Com 10 pontos, o Fluminense volta a campo na quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), para enfrentar o Atlético-GO, no Maracanã. A partida será válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas