Antes da decisão, Fluminense evita zebra no 2º tempo, elimina Sinop e avança na Copa do Brasil

No estádio Massami Uriú, o Gigante do Norte, no Mato Grosso, o Sinop fez um grande primeiro tempo, saiu na frente e poderia até ter aberto uma boa vantagem antes do intervalo, mas não conseguiu manter o ritmo no segundo tempo, viu o Fluminense crescer e ficar com a vaga com uma vitória por 3 a 1.

O destaque da equipe carioca ficou para Sornoza. O equatoriano foi o autor do gol do empate, em cobrança de falta, e ainda fechou o placar com um belo chute de fora da área. Em cobrança de pênalti, Henrique Dourado fez o segundo do Fluminense, sendo que Alex Ricardo abriu o placar para o Sinop.

Na próxima fase, o adversário do Fluminense será o Criciúma, e a disputa passa a ter jogos de ida e volta, com o mando de campo sendo determinado por sorteio.

  • Domínio da casa

O Fluminense começou a partida reclamando das condições do gramado, mas o time da casa, acostumado com o campo, aproveitou para pressionar os cariocas, e foi para o intervalo com o placar a seu favor e como dono das melhores chances criadas.

O goleiro Júlio Cesar teve que trabalhar já no primeiro minuto de jogo, espalmando um chute de Andrezinho. Aos 17, porém, não conseguiu evitar que Alex Ricardo abrisse o placar. Orejuela bobeou na frente do jogador do Sinop, que roubou a bola, invadiu a área pela esquerda, e tocou entre as pernas do goleiro para fazer 1 a 0.

A vantagem poderia ser ainda maior, não fosse a incrível chance perdida por Jorge Preá, aos 25, e mais uma boa defesa de Júlio Cesar, aos 28, em nova finalização perigosa de Andrezinho.

  • Virou o lado, virou o jogo

Na saída para o intervalo, o discurso dos jogadores do Fluminense era unânime de que a postura do time deveria mudar. Na volta do vestiário, a palavra foi colocada em prática.

O time carioca voltou jogando melhor, pressionando o Sinop, e chegou ao empate aos sete minutos. Em cobrança de falta na intermediária, Sornoza bateu com categoria, no canto esquerdo do goleiro Naldo, que não conseguiu impedir a igualdade.

Mantendo a postura, o Fluminense chegou à virada. Richarlison invadiu a área e foi derrubado por Maranhão. Pênalti marcado e convertido, aos 27 minutos, por Henrique Dourado, que deslocou o goleiro e fez 2 a 1.

Aos 36, a confirmação da classificação veio com mais um gol de Sornoza. Richarlison tocou para o equatoriano na entrada da área, e Sornoza finalizou com “veneno”, um chute cheio de curva, para fechar o placar.

  • Domingo tem decisão

Para o Fluminense, o próximo compromisso é nada menos que um clássico decisivo. No domingo, às 16 horas (de Brasília), o adversário na final da Taça Guanabara será o Flamengo. O jogo, por enquanto, está marcado para o estádio Nilton Santos.

FICHA TÉCNICA:
SINOP-MT 1 X 3 FLUMINENSE

Local: estádio Gigante do Norte (MT)
Data: 1º de março de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Ygor Monteiro de Miranda (ambos de GO)
Cartões Amarelos: Tayron, Dourado, Wadson, Maranhão (Sinop); Renato Chaves, Lucas, Orejuela, Marquinhos Calazans (Fluminense)
Cartão Vermelho: Alex Ricardo(Sinop)
Gols: SINOP: Alex Ricardo, aos 18 minutos do primeiro tempo;
FLUMINENSE: Sornoza, aos sete e 36 minutos e Henrique Dourado, aos 27 minutos do segundo tempo

SINOP: Naldo; Maranhão (Portela), Wadson, Tayron e Maycon; Dourado, Valtinho (Lucas Baggio), Alex Ricardo e Sandro Costa (Cabralzinho), Jorge Prea e André. Técnico: Marcos Birigui

FLUMINENSE: Julio Cesar; Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo (Marquinhos Calazans) ; Douglas (Marquinho), Orejuela e Sornoza; Richarlison, Wellington Silva (Marcos Junior) e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga