Barcelona quer mais dois e pode chegar a R$ 1,465 bilhão em reforços, recorde da história do futebol

0

Chegaram Nelson Semedo, Paulinho, Gerard Deulofeu e Ousmane Dembélé.

 Ainda assim, o Barcelona quer mais para seu elenco nesta temporada, e o dinheiro arrecadado com a venda de Neymar ao Paris Saint-Germain vai se esvaindo a cada nova contratação.

Com o apetite insaciável demonstrado na atual janela de transferências, o clube catalão pode se tornar o maior “gastão” da história do futebol em um mercado.

O Manchester City é quem lidera essa estatística com os 244,43 milhões de euros (R$ 924 milhões) dispendidos exatamente no atual período de transações na Europa.

Na sequência aparece o atual PSG, que gastou 238 milhões de euros (R$ 900 milhões) em reforços, sendo 222 milhões de euros apenas com Neymar.

O Barça já investiu 192,5 milhões de euros (R$ 728 milhões) em novos jogadores, porém pode deixar muito para trás os dois rivais caso adquira seus dois principais alvos até o final desta janela de transferências, em 31 de agosto: Ángel di María e Philippe Coutinho.

Pelo argentino, o time de Lionel Messi chegou a oferecer 35 milhões de euros (R$ 132,4 milhões), mas o PSG pediu mais.

A maior resistência, no entanto, vem por parte do Liverpool, que já rejeitou quatro propostas catalãs, mas sabe que o desejo do brasileiro em se transferir para a Espanha joga contra sua permanência.

Por isso, quer uma grande bolada pelo camisa 10: 160 milhões de euros, ou R$ 603 milhões.

Se o Barcelona pagar o que o Liverpool e ainda tirar Di María do PSG, na melhor das hipóteses, pelos 35 milhões de euros já oferecidos, o total gasto apenas nesta janela de transferências pelo time espanhol ficará em 387,5 milhões de euros, ou incríveis R$ 1,465 bilhão.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here