sábado, julho 2, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeDESTAQUESBatatais critica gramado, vê erro do árbitro como capital e convoca torcida...

Batatais critica gramado, vê erro do árbitro como capital e convoca torcida o Vitória

O Vitória saiu atrás no primeiro jogo da final do Campeonato Baiano. O Rubro-Negro perdeu o jogo deste domingo, na Arena Fonte Nova, por 2 a 1 e, como teve a melhor campanha no geral, joga por um triunfo simples para conquistar o título. A derrota não era o esperado pelo elenco do Leão e, na visão do auxiliar técnico, Anderson Batatais, o resultado teve influência direta por duas questões alheias à sua equipe: o gramado da Fonte Nova e a arbitragem de Luiz Flávio de Oliveira

Batatais, que tem comandado o time na beira do campo enquanto Vagner Mancini cumpre a suspensão de cinco jogos imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Bahia, disse que o árbitro errou ao não expulsar Douglas em um lance aos 33 minutos do primeiro tempo (veja o lance no vídeo abaixo).

– Quero colocar bem claro que o lance capital do jogo foi do árbitro. Nunca vi você dar uma falta de uma bola que bate no peito do adversário. Se bate na mão é falta. Se a bola não bate na não do goleiro, ia no gol, e seria nosso gol. E eles fizeram com um a menos. Teve um erro capital da arbitragem (…) O que fez falta foi o árbitro ter coragem, já que ele deu a falta, de expulsar o jogador. O Neilton tentou fazer o que tinha que ser feito, mas foi impedido pelo adversário. Eu faria a mesma coisa. Se fosse o goleiro, também faria a mesma coisa. Cabe ao árbitro aplicar a regra. Se trata de um bom árbitro, pra mim um dos melhores do Brasil, mas errou. Ficar reclamando não vai adiantar nada, mas que foi um lance capital, foi – afirmou na entrevista coletiva.

33': Juiz marca bola na mão do goleiro do Bahia

33′: Juiz marca bola na mão do goleiro do Bahia

Além da queixa em relação à arbitragem, Batatais também criticou o gramado da Fonte Nova quando foi questionado sobre a oscilação do time no jogo.

– Acho que talvez o estado do gramado possibilitou essa situação, mas não pode ficar transferindo responsabilidade de A, B ou C, que deu câimbra. O que tem que fazer é o que fizemos em determinado momento na partida, que foi colocar a bola no chão e jogar. Essa oscilação resultou no resultado – justificou.

Auxiliar técnico do Vitória reclamou do árbitro (Foto: João Salvador)Auxiliar técnico do Vitória reclamou do árbitro (Foto: João Salvador)

Auxiliar técnico do Vitória reclamou do árbitro (Foto: João Salvador)

Confira outros trechos da entrevista coletiva

Repetir o time?
– A gente não pode pensar nada antes de conversar com departamento médico, ver como estão todos os atletas para ver com quem a gente pode contar. O fato é que, mesmo que a gente tivesse que jogar pelo empate, não nós jogaríamos porque o DNA de nossa equipe é ofensivo. Agora a gente crê que o nosso torcedor vai dar uma resposta, vai nos impulsionar e vamos ter a possibilidade de fazermos o que fizemos em alguns momentos do jogo, que é gostar de bola.

Entrada de Luan
– Luan entrou para flutuar em uma zona onde, na nossa leitura de jogo, a zaga do Bahia tinha dificuldade. É uma zaga forte, pesada, que depende de um pivô para que possa sobressair. No momento que Luan entrou, eles começaram a procurar o Luan. Foi assim que saiu o gol. Luan está, a cada dia, evoluindo mais. A gente não pode pensar que vai decidir todos os jogos pra gente. O amadurecimento dele tem que ter muito cuidado, como o Flamengo vem tendo com o Vinicius.

Redução das penas no STJD
– Esperamos. Vamos ver. Temos todos os planos estabelecidos se isso não acontecer, mas almejamos que aconteça.

Lucas
– O jogo passado, me recordo muito bem, que ele vai na linha de fundo e dá um passe pro Belusso. Não jogou a bola na área. Hoje ele teve um pouco mais de dificuldade, pegou também um atleta que é rápido, que é ágil. Tem dia que vai passar 15 vezes, tem dia que tem que entender a dificuldade do jogo. Espero que dentro de casa ele volte a ter a performance que vem tendo.

Jogadores sentem falta de Mancini?
– Com certeza. As decisões passam pelo Mancini. Tudo o que decidimos, em termos de estratégia, passa por ele. Seria ótimo se ele estivesse ali. Mas é o que temos, e é dessa forma que vamos encarar o segundo jogo.

Pedro Botelho
– Também acho que teve uma participação muito boa, tanto defensiva como ofensiva. O lance do gol sai do lado esquerdo dele. Ele proporciona essas passadas. O jogo em si é um clássico, é um jogo duro. É um jogo que vai ter dificuldade. Se você tem um jogo duro, difícil, que você tem um erro crucial para o nosso adversário, se fosse pro nosso lado também ficaria pesado. Acho que o Botelho foi muito bem. O gol do Luan nos dá um fôlego, uma esperança muito grande de reverter a situação junto ao nosso torcedor.

Belusso
– A gente não conversa assim. A gente toma as decisões que têm que ser tomadas. Não foi por esse lance que ele saiu. A gente precisava de um jogador pra sair do corpo dos zagueiros. A leitura nossa foi de que ter um jogador para flutuar seria melhor para o Vitória. E acabou sendo. Está de parabéns, domingo ele pode ser o jogador a fazer o gol de nosso título.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas