domingo, agosto 7, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeDESTAQUESBrasil perde de virada para Suécia em último amistoso antes de Copa...

Brasil perde de virada para Suécia em último amistoso antes de Copa América

No último amistoso que serviu de preparação para a disputa da Copa América feminina, o Brasil perdeu de virada nesta terça-feira para a seleção da Suécia, por 3 a 1, e encerrou a sua preparação pela Europa com duas derrotas. Os gols do jogo saíram todos no segundo tempo. Debinha marcou para o Brasil enquanto Kaneryd, Hurtig e Blackstenius marcaram para as suecas que ocupam o segundo lugar no ranking mundial.

Na partida, o Brasil foi muito superior no primeiro tempo, encurralou as donas da casa e deu a impressão de que sairia com a vitória após sair na frente do placar. No entanto, a condição física foi fundamental para a mudança de cenário na etapa final

No trabalho de preparação para a disputa da Copa América, o Brasil havia perdido para a Dinamarca pelo placar de 2 a 1, no primeiro dos dois amistosos que o grupo fez na Europa. O Brasil estreia na Copa América de futebol feminino no dia 9 de julho e o adversário é a Argentina.

O primeiro tempo da partida contra as suecas apresentou uma seleção brasileira com uma defesa sólida e também com bom volume de jogo no setor ofensivo. As donas da casa apresentaram lentidão na transição para o ataque e o Brasil se aproveitou disso para impor o seu ritmo e crescer na partida.

As jogadas em velocidade com Debinha e Ary Borges surpreenderam a marcação adversária. O melhor momento, no entanto, veio em um cruzamento de Tamires que acabou encontrando a trave da Suécia. Outra boa chance aconteceu no final do primeiro tempo. Adriana chutou, a goleira Lindahl falhou feio, mas Kerolin não chegou a tempo de completar para as redes.

Embalado pela boa atuação da etapa inicial, o Brasil voltou com Bia Zanerato no lugar de Ary Borges e Duda Santos na vaga de Luana. O time manteve o ritmo forte e abriu o placar logo aos 5 minutos. Fê Palermo lançou Debinha em velocidade pela direita. A camisa nove avançou até a pequena área e tocou no canto para fazer 1 a 0.

O gol, no entanto, acabou despertando o time da Suécia, que se beneficiou do desgaste das brasileiras para endurecer o jogo. A parte física passou a fazer a diferença e o Brasil começou a espaços no seu campo de defesa.

As suecas apertaram o ritmo, começaram a criar chances e conseguiram o empate aos 19 minutos. Em seu primeiro lance no jogo, Kaneryd fez bela jogada individual, entrou na área e bateu cruzado para fazer 1 a 1. O empate abalou a equipe de Pia Sundhage e o descuido custou caro. Dois minutos depois, Andersson avançou pela esquerda e cruzou na área. Hurtig entrou sem marcação e, de cabeça, decretou a virada: 2 a 1.

A partir daí, o controle do jogo ficou com a Suécia. O Brasil bem que tentou esboçar uma reação, mas não conseguia fazer a transição com eficiência. As suecas administraram o jogo e ainda chegaram ao terceiro gol com Blackstenius no final.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas