Cadeirantes aprovam terceira edição do Para Praia Camaçari

0

Cadeirantes aprovam terceira edição do Para Praia Camaçari
“Eu estou me sentindo mais leve, solta, parece que saiu todo peso do corpo. Estou voltando pra casa leve como uma pena”. O depoimento de Ivete Teixeira traduz um pouco do sentimento das pessoas com deficiência e mobilidade reduzida que tiveram acesso ao banho de mar assistido neste final de semana em Camaçari. Com 62 anos, a moradora do Jardim Limoeiro, comemorou seu retorno ao mar após 15 anos de uso de cadeiras de rodas. Em tratamento devido às complicações  da artrite reumatoide, Ivete conta, que nesses últimos anos, praia era só a distância: “eu ficava só olhando. Mas, hoje foi um dia diferente, de lazer”.

Com a participação de moradores de várias localidades de Camaçari, Salvador e outras cidades da RMS, a Prefeitura de Camaçari, através das Secretarias do Turismo (Setur) e do Governo (Segov), realizaram em parceria com o projeto Para Praia, a terceira edição do banho de mar assistido no município. Mesmo com pancadas de chuva no início do dia, a praia do Porto, em Guarajuba, foi tomada por centenas de pessoas com deficiência, familiares e voluntários na manhã do último sábado (29/2) e neste domingo (1/3).

A atividade marca a conclusão da temporada do projeto Para Praia 2020, evento de inclusão e lazer já realizado há seis anos na Bahia com apoio de empresas e instituições de ensino. Em cadeiras anfíbias e acessórios flutuantes, o banho é promovido com a assistência de professores e alunos dos cursos de fisioterapia, medicina, biomedicina, enfermagem e educação física da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, além de voluntários de outras instituições de ensino e equipe de apoio do município.

Quem já conhece o projeto não perde a oportunidade de confraternizar e conhecer novas praias, como é o caso de Robson Regis, 42 anos, que veio do bairro Bom Juá, em Salvador, para conhecer a famosa praia de Guarajuba. “A praia eu dou nota 30, é ótima”, afirma. A opinião também é compartilhada por Alexandre Alcântara, de 45 anos, que participou pela primeira vez do projeto. “A sensação é muito boa. ‘De hoje’ que eu não entrava na água. Depois que amputei a perna, nunca mais frequentei a praia”, conta o morador do Novo Horizonte.

Para o secretário do Turismo, Gilvan Souza, essa ação representa um resgate de autoestima, garantindo que as pessoas com deficiência tenham acesso ao lazer. “Para muitos pode parecer só um banho de mar. Mas, a gente sabe o quanto esse momento é importante para afirmar direitos e trazer as pessoas com deficiência para o protagonismo de suas histórias. Hoje comemoramos não só essa ação, mas temos importantes avanços na saúde, mobilidade e assistência para pessoas com deficiência, garantidas através do diálogo que o prefeito Elinaldo mantém com a população”, defende o secretário.

O presidente da União das Pessoas com  Deficiência de Camaçari (UDEC), Elenilson de Jesus, participou da ação e fez um balanço da atividade deste final de semana: “foram momentos marcantes, com uma estrutura que permite toda estabilidade para a pessoa com deficiência. Como sempre, não deixou a desejar a terceira edição no município de Camaçari. Conseguimos contemplar várias pessoas que puderam se divertir e usufruir  do banho de mar pela primeira vez“.

A mobilização para garantir opções de lazer e vida social saudável para pessoas com deficiência, também tem apoio do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência (CMPCD), representada por Jailson Ferreira. Ele revela, que mesmo participando desde o início do projeto, ainda se emociona em ver os amigos entrando no mar pela primeira vez. “Na minha avaliação, essa edição veio para fazer a pessoa com deficiência e a família se sentir realizada e feliz, vendo que a deficiência não é obstáculo. Fico feliz em ver que Camaçari a cada dia se torna uma cidade da inclusão”, diz.

Representado pelo coordenador, Renato Linhares, o Para Praia já é um evento consolidado no verão baiano, que a cada ano amplia sua estrutura e atendimento. Através da iniciativa, várias ações de infraestrutura estão sendo realizadas nas cidades que recebem o projeto para manter condições permanentes de acessibilidade nas praias. O projeto Para Praia tem patrocínio da Braskem e do Salvador Shopping, além do apoio da Cetrel e da Escola Bahiana de Medicina.

A iniciativa foi acompanhada de perto pelo secretário do Governo, José Gama Neves. “É um prazer enorme ver as pessoas reviverem esse reencontro com o mar e usufruírem de um momento de lazer tão especial e emocionante”, disse Gama.

Susto

Durante o deslocamento para o primeiro dia de atividades, o ônibus que transportava um grupo de cadeirantes da sede do município para a Costa de Camaçari sofreu um princípio de incêndio, na Via Atlântica (BA-530), mais conhecida como Estrada da Cetrel.  As chamas foram rapidamente apagadas, ficando apenas fumaça.

Com a ajuda de agentes da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Superintendência de Trânsito e Transportes (STT), voluntários do projeto e funcionários da empresa de ônibus contratada para o transporte, as pessoas com deficiência foram realocadas em outro veículo e seguiram viagem. Apesar do susto, não houve feridos e os banhistas puderam participar do projeto.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here