A partida entre Jacuipense e Flamengo de Guanambi, válido pela 7ª rodada do Campeonato Baiano, virou caso de polícia. Isso por que o volante camaronês Koffi acusou o treinador da Jacupa, Clebson Araújo, que venceu por 2 a 1, de injúria racial durante o encontro em Riachão do Jacuípe.
Em um lance que o camaronês chutou a bola perto do treinador adversário,  Clebson Araújo é acusado de ter chamado o estrangeiro de macaco. O fato causou confusão no momento inicial, mas a equipe de arbitragem não confirmou o ocorrido.
Apesar do bandeirinha, que estava perto do lance, não ter confirmado a ofensa racista, uma queixa foi prestada na delegacia de Riachão do Jacuípe.