quarta-feira, maio 18, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeBrasileirão - Serie ACom Aguirre, São Paulo destrói tabus, bate recordes e enche estádio no...

Com Aguirre, São Paulo destrói tabus, bate recordes e enche estádio no Brasileiro

Líder do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o São Paulo de Diego Aguirre conseguiu quebrar tabus, bater recordes e encher seu estádio como nunca aconteceu na era dos pontos corridos.

Todos sintomas da boa fase vivida pelo clube desde que o técnico uruguaio estreou, em 17 de março.

A equipe, que enfrentará o Paraná Clube na próxima quarta-feira, em Curitiba na abertura do returno, lidera desde a 17ª rodada e somou 18 dos 21 pontos disputados desde a volta do torneio após a Copa do Mundo.

Tabus

O primeiro tabu a cair foi a vitória contra o Atlético-PR na Arena da Baixada, em Curitiba, a primeira tricolor desde que o estádio foi construído em 1999 (acumulava cinco empates e 13 derrotas).

O jogo foi pela 11ª rodada, em 9 de junho, e terminou com triunfo por 1 a 0.

O segundo tabu quebrado foi o triunfo contra a Chapecoense, esta no último domingo, no Morumbi por 2 a 0, o primeiro como mandante na história do confronto iniciado em 2014 (até então somava três empates e um revés).

Ainda manteve um tabu a seu favor. O de jamais ter sido derrotado pelo Vitória na capital paulista. No confronto deste ano, atropelou o rival por 3 a 0, com gols de Éverton e Nenê (este duas vezes).

Diante do rubro-negro de Salvador, o São Paulo ostenta agora 14 vitórias e três empates.

Recorde e marcas

O time paulistano também bateu recorde e alcançou marcas importantes.

Por exemplo, somou a sua maior pontuação ao final do primeiro turno na era dos pontos corridos com 20 clubes (a partir de 2006). Fez 41 pontos contra 40 da edição de 2007, ano em que tinha ido melhor até então.

Tanto que o São Paulo sagrou-se campeão do primeiro turno, conquista simbólica.

Outro recorde próprio batido foi de público na era dos pontos corridos. Tem média de 33.068 pagantes por jogo em casa (foram nove compromissos).A melhor marca até então foi registrada em 2007, com 28.662 torcedores em média (19 partidas).

Ainda sobre o dado acima, vale acrescentar que a marca atual já é a segunda melhor de toda a história do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Fica atrás somente de 1981 (41.179 pagantes por jogo).

Nos últimos anos as campanhas como visitantes foram sofríveis. Por exemplo ano passado, quando fez apenas quatro pontos em dez jogos (míseros 13,3% de aproveitamento).

Jejum como ‘líder’

Por fim, o São Paulo saiu de uma longa fila entre os grandes paulistas. Era o time que estava há mais dias sem liderar o Brasileiro. Da sétima rodada de 2015 até a 17ª deste ano passaram-se 1.149 dias longe do primeiro lugar.

Até o time tricolor voltar à liderança, o Corinthians estava 105 dias distante do primeiro posto (soma agora 120 dias). O Palmeiras ficou 602 (agora são 617), enquanto o Santos ficou 742 (atualizando, 757).

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas