domingo, maio 22, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeDESTAQUESCom fé na cabeça, Matheus Souza acredita em título do Vitória

Com fé na cabeça, Matheus Souza acredita em título do Vitória

“Andá com fé eu vou, que a fé não costuma faiar” (sic). Muito provavelmente você já ouviu alguém falar isso. A frase, tão popular que se transformou em expressão, é do baiano Gilberto Gil, um dos maiores cantores e compositores da Música Popular Brasileira. E a fé, tão forte entre o povo da terra do artista, é fundamental para o Vitória-BA nesta quinta-feira (25), na decisão do Campeonato Brasileiro Sub-20 2018.

O Rubro-Negro baiano perdeu o jogo de ida para o Palmeiras-SP por 4 a 1 e precisa vencer por pelo menos três gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis. O zagueiro Matheus Souza concedeu entrevista ao site da CBF e, durante toda a conversa, usou um boné com a dizer “Fé”. Ao ser questionado sobre o acessório, o jovem de Simões Filho (BA) não hesitou em demonstrar sua crença, que carrega até na própria cabeça.

— Primeiramente, temos de buscar sempre a nossa fé. Deus é maravilhoso nas nossas vidas, Ele nos permitiu estar aqui. Gosto bastante de pensar nisso, de ter fé e acreditar que as coisas vão acontecer. Tanto que tenho no boné e tenho desenhado aqui na cabeça também, porque eu gosto disso. Para Deus nada é impossível. Por isso podemos todas as coisas. A gente tomou 4 a 1 lá, mas podemos dar 4 a 1 aqui. Não é impossível. Só basta o quê? Ter fé! — afirmou.

Matheus Souza com

Matheus pediu ao barbeiro que desenhasse a palavra em sua cabeça no início da competição. Na última terça-feira (22), ele retornou ao salão de beleza e reforçou o corte, para deixar a palavra bem em evidência. Em 2015, o jovem participou da campanha do título da Copa do Brasil Sub-17, quando o Vitória reverteu uma situação também difícil diante do Botafogo-RJ na decisão. O Rubro-Negro perdeu a ida, no Barradão, por 3 a 1, mas conseguiu devolver o placar no Rio de Janeiro, no Engenhão, e levou a melhor nos pênaltis. Este momento serve como inspiração para Matheus.

— Foi um jogo muito difícil em 2015, poucas pessoas acreditavam na gente. Só o grupo mesmo e o treinador. Então, não pode ser diferente desta vez. Se a gente quer pegar um exemplo, existem vários, mas a gente precisa se inspirar na gente mesmo. Já conquistamos isso, já fizemos isso acontecer. É importante que a gente tenha esse espírito, esse pensamento de que podemos reverter essa situação, e o que aconteceu em Salvador ficou em Salvador. Vamos entrar em campo e buscar esse título — acrescentou o zagueiro.

A bola rola para a decisão desta quinta, no Allianz Parque, em São Paulo (SP), às 19h15 (de Brasília). A missão do Vitória é difícil, mas não falta fé para o Leão baiano.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas