segunda-feira, maio 16, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeFutebol InternacionalComo seria a final da Libertadores se River e Boca não tivessem...

Como seria a final da Libertadores se River e Boca não tivessem vendido suas estrelas?

River Plate e Boca Juniors têm elencos pomposos, com nomes de peso principalmente do meio para frente, mas permitam-me a brincadeira da imaginação: como seria a finalíssima da Libertadores 2018 se os dois gigantes argentinos não tivessem vendido suas estrelas?

Tevez é exemplo de astro revelado pelo Boca, mas voltou na reta final da carreira — Foto: Marcos Brindicci/Reuters

Tevez é exemplo de astro revelado pelo Boca, mas voltou na reta final da carreira — Foto: Marcos Brindicci/Reuters

Partimos do princípio de que é uma utopia, já que o futebol europeu segue sendo mais atrativo financeira e profissionalmente, portanto, os clubes sul-americanos em geral precisarão negociar as suas promessas. Mas cabe o exercício para enriquecer a discussão sobre qual deles faz melhor o trabalho na base e também de captação.

Foi impossível encontrar atletas no exterior para todas as posições. No River Plate, por exemplo, Armani segue como dono do gol e, no Boca, mantivemos o goleiro Andrada, o zagueiro Magallán e o atacante Tevez, que não tem garantida a sua presença na decisão de sábado, mas é dono de uma carreira bastante vitoriosa.

Vamos ao que interessa. Este é o River Plate, num ofensivo esquema 4-3-3: Armani, Mercado (Sevilla), Mammana (Zenit), Funes Mori (Villarreal) e Saracchi (RB Leipzig); Mascherano (Hebei Fortune), Lanzini (West Ham) e Lamela (Tottenham); Higuaín (Milan), Falcao García (Monaco) e Giovanni Simeone (Fiorentina).

 — Foto: Editoria de Arte

— Foto: Editoria de Arte

A maior venda do clube, no entanto, não entrou na lista, já que Javier Saviola está aposentado. Ele foi negociado com o Barcelona em 2001 por quase € 36 milhões. Em seguida vem Lucas Alario, transferido para o Bayer Leverkusen em 2017 por € 24 milhões.

E este é o Boca Juniors, no 4-4-2: Andrada, Roncaglia (Celta), Magallán, Medel (Besiktas) e Sánchez Miño (Independiente); Bentancur (Juventus), Paredes (Zenit), Banega (Sevilla) e Gaitán (Dalian Yifang); Tevez e Calleri (Alavés).

 — Foto: Editoria de Arte

— Foto: Editoria de Arte

Andrada (Lanús), Magallán (Gimnasia y Esgrima), Medel (Universidad Católica) e Calleri (All Boys) não foram revelados no Boca.

Com um período recente de vacas mais magras, a maior venda do clube ainda é do ano 2000: o zagueiro Walter Samuel saiu para a Roma por quase € 21 milhões. Gago, reserva no time atual hoje, é o segundo, com € 20,5 milhões pagos pelo Real Madrid em 2006, e Banega é o terceiro após ter sido negociado por € 18 milhões para o Valencia em 2007.

E aí, quem venceria este duelo?

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas