quarta-feira, maio 18, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeBrasileirão - Serie AContra a Ponte, Barroca deve manter equipe que venceu o Figueirense: “A...

Contra a Ponte, Barroca deve manter equipe que venceu o Figueirense: “A tendência é essa”

O técnico Eduardo Barroca, do Vitória, deve repetir, contra a Ponte Preta, a equipe que entrou em campo na última rodada e venceu o Figueirense com autoridade. A partida, válida pela 22ª rodada da Série B, está marcada para esta sexta-feira.

Em entrevista concedida na manhã desta sexta-feira, Barroca se mostrou satisfeito com o desempenho da equipe, por isso vai repetir a formação e o desenho tático.

– A tendência é a manutenção. A gente fez uma boa partida. Vencemos. Então a tendência é que a gente mantenha para esse jogo contra a Ponte Preta – afirmou.

Eduardo Barroca em treino do Vitória — Foto: Letícia Martins / Divulgação / EC Vitória

Eduardo Barroca em treino do Vitória — Foto: Letícia Martins / Divulgação / EC Vitória

– Não vou mudar o esquema tático. Acredito que o que fizemos contra o Figueirense nos dá um balizamento do potencial de crescimento da gente na competição. A tendência é que a gente mantenha a equipe, que a gente siga nessa linha como foi no jogo contra o Figueirense – completou.

Barroca avaliou o desempenho do volante Frizzo e do meia Thiago Lopes, que chegaram ao clube recentemente e já se firmaram na equipe titular.

– Chegaram bem, foram bem recebidos por todos os jogadores. Estão se adaptando rapidamente ao clube. Dentro de campo, estão se dedicando para poder corresponder. Valorizo muito o grupo. Acho que a gente tem jogadores de boa qualidade. Toda vez que tivermos a possibilidade de trazer algum jogador para enriquecer a nossa competição, isso com certeza vai fazer bem ao Vitória. Então estou bastante satisfeito com a chegada do Frizzo e do Thiago – disse Barroca.

Contra a Ponte Preta, a expectativa é de que a equipe consiga, pela primeira vez, emendar dois triunfos consecutivos na Série B. Barroca reconhece, entretanto, que será um jogo difícil contra um time que briga pelo G-4.

– Jogo muito difícil, uma equipe que está brigando quase que o campeonato todo próximo ao G-4. Com um treinador extremamente experiente, bom, vitorioso. Vai ser um jogo muito difícil, mas a gente precisa encarar de frente o adversário, com coragem, com personalidade, porque a gente também tem ambições na competição. A gente tentar e saber que está aqui para fazer o nosso melhor e buscar a vitória – disse.

– Esse jogo é muito importante para a gente. O Vitória, no ano, só conseguiu ganhar duas vezes seguidas uma vez. Então é uma oportunidade para a gente ganhar dois jogos seguidos, aumentar a confiança e buscar esses resultados, essa performance em sequência, para que a gente brigue por objetivos mais claros no decorrer do campeonato.

Com 24 pontos, o Vitória ocupa a 16ª posição na tabela e sonha em subir na tabela. A distância para a Ponte Preta, 6ª colocada, é de oito pontos.

A partida, nesta sexta-feira, está marcada para 16h30 (horário de Brasília), no Barradão.

Confira outros trechos da entrevista de Eduardo Barroca

Elenco à disposição
– 
É muito importante para a gente ter a possibilidade de ter o maior número de jogadores à disposição. Não só pela manutenção do grupo que está à disposição, como pela competição interna, que eu valorizo muito. A gente tem alguns jogadores aí voltando de lesão. Todos sabem que a gente vai entrar numa sequência muito difícil, com muitos jogos em um curto período de tempo. Quanto mais jogadores de melhor qualidade tiver para enriquecer essa competição interna da gente, melhor.

Melhora da equipe
– 
O que melhorou a equipe ofensivamente, especialmente no último jogo, foi a entrega coletiva. Coletivamente, a gente trabalhou muito bem. Fez um gol cedo, criou muitas oportunidades, pressionou o Figueirense. Coletivamente, nossa equipe fez uma partida muito boa. A gente ainda tem muita coisa para crescer, para melhorar, mesmo estando no final da temporada. O duelo individual, o crescimento individual dos jogadores contribui, acrescenta. A gente tem jogadores com possibilidade de retornar de departamento médico. Mas o que vai fazer a gente jogar bem é a entrega dos jogadores e um jogo coletivo forte.

Retomada da confiança
– 
Realmente a gente estava com uma necessidade muito grande de uma vitória para equilibrar a sequência, trazer confiança. E uma vitória como foi contra o Figueirense, jogando muito bem, fazendo gols, não sofrendo gols, jogadores, individualmente, muito bem. Isso realmente traz uma confiança. Nossa semana de trabalho foi muito boa. Todos trabalharam o individual. Também foi importante para recuperar os jogadores fisicamente, porque agora a gente vai entrar em uma sequência muito forte. Então a gente espera começar a essa sequência contra a Ponte Preta, com uma vitória.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas