quarta-feira, maio 18, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeBrasileirão - Serie ACorinthians supera erro de arbitragem, tem Jô como herói e vence 1º...

Corinthians supera erro de arbitragem, tem Jô como herói e vence 1º dérbi do centenário

O primeiro dérbi do ano em que o clássico completa 100 anos foi um resumo do que o encontro entre Corinthians e Palmeiras mostrou ao longo de sua história: uma partida quente, “pegada”, com muita polêmica para garantir que o assunto não acabe com o apito final, e uma torcida comemorando uma vitória que teve tons épicos.

O placar em Itaquera ficou perto de ser alterado algumas vezes, com a bola parando no travessão em três oportunidades no decorrer do jogo, mas foi apenas nos minutos finais que a rede balançou, com Jô sendo o herói corintiano na vitória: 1 a 0.

O placar pode amenizar um pouco o tema das conversas sobre o encontro da noite desta quarta-feira, que seria exclusivamente a arbitragem, graças à polêmica e equivocada expulsão do volante Gabriel, do Corinthians, no final do primeiro tempo.

A vitória deixa o Corinthians com 12 pontos, líder com quatro pontos de vantagem no grupo A. O Palmeiras, com 9, também lidera sua chave, a C.

  • Brigado e com poucas chances

O clássico começou quente e, com apenas seis minutos, Felipe Melo já havia recebido o primeiro cartão amarelo. Mas os lances faltosos e a arbitragem mereceriam um capítulo a parte no final da primeira etapa.

Apesar dos donos da casa serem um pouco melhores nos primeiros 45 minutos, o placar não foi alterado, e as chances criadas foram iguais. Logo aos 2 minutos, Gabriel pegou uma sobra na entrada da área, dominou na coxa e bateu sem que a bola tocasse no chão. O chute saiu perigoso e chegou a raspar no travessão antes de sair.

A resposta palmeirense veio aos 24. Depois de uma cobrança de lateral em que a bola viajou para a área do Corinthians, Keno dominou próximo à pequena área e finalizou com força, também carimbando o travessão de Cássio.

Além do cartão amarelo para Felipe Melo, aos seis, o Palmeiras teve mais um jogador amarelado nos primeiros minutos, com Raphael Veiga sendo advertido aos 11.

Para o lado do Corinthians, a situação entre Gabriel e o árbitro Thiago Duarte Peixoto seria um pouco mais complicada. Aos nove, o volante poderia ter sido advertido por uma entrada em Dudu. Mas acabou sendo advertido aos 23, por falta em Veiga no campo de ataque.

Aos 46, Keno foi puxado por Maycon e depois atingido por Pablo. O árbitro marcou a falta e deu cartão amarelo para… Gabriel, que acabou sendo expulso. O jogo ficou paralisado por cerca de cinco minutos, com os jogadores argumentando com a arbitragem, mas a decisão foi mantida.

  • Veio a pressão

Pensando que poderia existir uma tentativa de “compensação” do árbitro, Eduardo Baptista voltou sem Raphael Veiga dos vestiários, voltando com Guerra, e, aos 11, tirou Felipe Melo para colocar Thiago Santos.

Com um a menos, o Corinthians ainda tentou manter uma postura mais ofensiva nos primeiros minutos do segundo tempo, mas logo passou a ser pressionado pelo Palmeiras.

O Palmeiras dominava a posse de bola, mas um erro de Guerra mudaria toda a história. Jô entrou no lugar de Kazim e, 38 segundos depois, seria o herói da partida pelo lado alvinegro do clássico.

Após um chutão, o jogador palmeirense tentou proteger a bola, mas acabou sendo desarmado por Maycon, que tentou duas vezes contra Zé Roberto, até encontrar Jô livre. O atacante esperou a saída de Prass e bateu por baixo, entre as pernas, para fazer o gol da vitória.

  • Antes da folia, tem jogo

Antes de ganharem alguma folga para aproveitarem o carnaval, jogadores de Corinthians e Palmeiras têm compromisso pelo Campeonato Paulista no sábado. Às 16h30 (de Brasília) o Palmeiras recebe a Ferroviária no Allianz Parque. Mais tarde, às 19h30, o Corinthians joga no interior contra o Mirassol.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 1 X 0 PALMEIRAS

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 22 de fevereiro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)
Público: 30.727 pagantes
Renda: R$ 1.535.887,00
Cartões amarelos: Gabriel e Jô (Corinthians); Felipe Melo, Raphael Veiga, Jean, Vitor Hugo e Alecsandro (Palmeiras)
Cartão vermelho: Gabriel (Corinthians)
Gol: CORINTHIANS: Jô, aos 42 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Romero (Paulo Roberto), Rodriguinho e Léo Jabá (Moisés); Kazim (Jô). Técnico: Fábio Carille

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Felipe Melo (Thiago Santos), Michel Bastos, Raphael Veiga (Alejandro Guerra), Keno e Dudu; Willian (Alecsandro). Técnico: Eduardo Baptista

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas