Preciso, o Chelsea mostrou o porquê de ser o líder do Campeonato Inglês. A equipe visitou o West Ham e mostrou eficiência para vencer no Estádio Olímpico de Londres por 2 a 1, nesta segunda-feira, pela 27ª rodada. Eden Hazard e Diego Costa marcaram os gols dos Blues, um em cada tempo. Lanzini descontou nos acréscimos.

O atacante brasileiro com nacionalidade espanhola chegou ao seu 17º tento na competição, empatando com Alex Sánchez (Arsenal) como terceiro principal artilheiro. Harry Kane, do Tottenham, Romelu Lukaku, do Everton, com 19 e 18 gols, respectivamente, estão na frente.

Com o resultado, o Chelsea, que está invicto na Premier League há sete jogos (cinco vitórias e dois empates), vai a 66 pontos e mantém dez de vantagem para o vice-líder Tottenham, que bateu o Everton no domingo. Já o West Ham, que vinha de dois empates, aparece na 11ª colocação com 33 pontos.

Agora, o primeiro colocado do campeonato voltará a campo pela competição no dia 18 de março (sábado), quando visitará o Stoke City. Antes, porém, no dia 13 (segunda-feira), receberá o Manchester United no Stamford Bridge, pelas quartas de final da Copa da Inglaterra, às 16h45. Já o West Ham atuará no próximo sábado contra o Bournemouth, fora de casa, às 12h, pela Premier League.

Em um tempo inicial equilibrado e com poucos lances de perigo, os comandados de Antonio Conte abriram o placar na primeira descida com perigo. Aos 25min, Kanté fez desarme e ligou contra-ataque com Hazard, que tabelou com Pedro, escapou dor goleiro Randolph e mandou à rede. Uma jogada definida rapidamente e em poucos touques. Uma aula!

Antes do intervalo, um lance de ataque para cada lado. Primeiramente, Lanzini finalizou por cima do alvo. Pouco depois, Pedro aproveitou rebote de chute bloqueado de Moses e parou em defesa de Randolph.

Na volta do intervalo, os Blues viram sua situação ficar ainda melhor logo aos 5min. Fàbregas cobrou escanteio na área, a zaga não conseguiu o corte e pagou caro, já que Diego Costa estava lá para desviar para o fundo do alvo.

Posteriormente, o que se viu foi um duelo agitado, com os dois times criando. Marcos Alonso mandou para fora após jogada individual. Mais tarde, Feghouli parou em defesa de Courtois, e, na sequência, José Fonte cabecearia sobre o alvo. Os visitantes responderam com uma giro e finalização de Diego Costa, que exigiu boa defesa de Randolph.

Com o passar do tempo, o West Ham perdeu a força, mas conseguiria descontar nos acréscimos, Lanzini chutou cruzado de dentro da área e descontou. O gol até animou a torcida, mas já era muito tarde para pensar em um empate.