segunda-feira, julho 4, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeBrasileirão - Serie ADiego Souza e Guerrero dividem gols pós-parada, mas vivem opostos em Gre-Nal

Diego Souza e Guerrero dividem gols pós-parada, mas vivem opostos em Gre-Nal

Ergue a cabeça, joga para a área e toca no centroavante que ele resolve. Vale tanto para Diego Souza quanto para Paolo Guerrero. Em lados opostos na rivalidade Gre-Nal, os centroavantes têm números idênticos desde a retomada do Gauchão. E são esperanças de gol para Grêmio e Inter no clássico desta quarta-feira, às 21h30, na final do segundo turno do estadual.

Diego e Guerrero levam a campo um histórico recente de oportunismo e efetividade para balançar as redes. Os dois têm três gols cada em três jogos disputados na volta do futebol. No ano, o gremista leva vantagem, mas no detalhe: são oito gols, contra sete do peruano.

“Iguais” nos números, os centroavantes sustentam retrospectos antagônicos em Gre-Nais. Diego Souza já fez gol neste ano e nunca perdeu um clássico pelo Grêmio – são quatro vitórias e um empate. Na contramão, Guerrero ainda persegue o primeiro gol e a primeira vitória no duelo com o rival pelo Inter.

Diego Souza marcou duas vezes na semifinal contra o Novo Hamburgo

O centroavante do Grêmio tem sido arma no jogo aéreo constantemente — assim marcou uma vez contra o Novo Hamburgo, no último domingo, e teve outro gol anulado. Mais do que isso, caiu bem no estilo de jogo da equipe de Renato Gaúcho.

— O Renato foi jogador, e dos bons. Conhece muito tudo o que a gente vive dentro das quatro linhas. Foi meu treinador no meu início, e isso facilitou para que tivesse a confiança em me dar a oportunidade. Com o jeito que o Grêmio joga, facilita não só para mim, para qualquer centroavante — avaliou Diego Souza há uma semana.

O jogador de 35 anos foi uma aposta do técnico gremista, que o indicou diretamente após a saída do Botafogo. A resposta imediata reforça o dedo do treinador. É quem melhor povoa o setor desde a saída de Jael, no início de 2019.

> Diego Souza em 2020

  • 11 jogos
  • 8 gols
  • Média de 0,72 gols por jogo
  • Todos os gols no Gauchão (artilheiro da competição)

Se Diego voltou ao Grêmio como aposta de Renato para 2020, Guerrero já deixa sua marca pelo Inter desde o ano passado. Liberado da punição por doping em abril de 2019, o peruano desandou a marcar gols com a camisa colorada.

Ele não tardou a ultrapassar Nico López para ser o artilheiro da equipe e repetiu sua melhor temporada por um clube no Brasil: foram 20 gols em 41 jogos.

Confira os gols de Inter 4×0 Esportivo pelo Campeonato Gaúcho

E estendeu a artilharia para 2020. Guerrero marcou logo no primeiro jogo dos titulares no ano, a vitória por 3 a 1 sobre o Pelotas. Depois, decidiu para o Inter contra Tolima e Universidad Católica – com dois gols – pela Libertadores.

A retomada veio com mais três: dois na vitória por 2 a 0 sobre o Aimoré, e um nos 4 a 0 sobre o Esportivo.

> Guerrero em 2020

  • 11 jogos
  • 7 gols
  • 1 assistência
  • Média: 0,63 gol/jogo
  • 3 gols pela Libertadores (em 6 jogos)
  • 4 gols pelo Gauchão (em 5 jogos)

Mas os gols secam quando o assunto é Gre-Nal. Guerrero disputou seis clássicos desde que chegou ao Inter. Segue sem marcar e sem vencer, além de contribuir pouco com a equipe nessas partidas.

— Nos dois jogos em que estamos juntos, conseguimos marcar, ajudar ele (Guerrero) com assistência. Quando se trata de clássicos, as duas equipes se estudam muito. O que tento fazer quando as bolas chegam é preencher a área, puxando a marcação para o Guerrero ficar só — comenta o meia-atacante Thiago Galhardo.

A dupla de goleadores faz o último treino nesta terça-feira com seus respectivos companheiros. Na quarta, o duelo é decisivo por uma vaga na finalíssima do Gauchão, contra o Caxias. Grêmio e Inter se enfrentam às 21h30, na Arena, na briga pelo título do segundo turno.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas