segunda-feira, janeiro 17, 2022
BANNER_728x90px (4)
HomeDESTAQUESEm confronto direto, Argentina e Uruguai decepcionam e empatam sem gols

Em confronto direto, Argentina e Uruguai decepcionam e empatam sem gols

Um dos clássicos mais antigos do futebol, adversários da primeira final de Copa do Mundo, eternos inimigos… Adjetivos e palavras não faltam para definir o duelo entre Uruguai e Argentina. Na noite desta quinta-feira, eles fizeram um confronto direto pela eliminatória sul-americana para a Copa do Mundo de 2018 cercado de grande expectativa. Suárez recuperou-se em tempo recorde para jogar. Sampaoli fez sua estreia oficial na Argentina. Mas, no final, as seleções decepcionaram e empataram sem gols.

 Com o resultado no estádio Centenário, em Montevidéu, o Uruguai aparece em terceiro na classificação, com 24 pontos. Já a Argentina é quinta, com 23, numa posição que a faria hoje disputar a repescagem para ir ao Mundial.

Uma das novidades no confronto foi o atacante Luis Suárez, que teve sua participação na partida colocada em dúvida por causa de dores no joelho direito, fruto de uma pancada no local no confronto contra o Real Madrid pela Supercopa da Espanha. Chegou-se a prever que ele ficaria fora por até um mês. Mas a recuperação foi muito rápida.

Suárez jogou até os 37 minutos do segundo tempo, participando bem da partida. Mas saiu mancando, acusando dores no joelho direito. Preocupa para a sequência do Uruguai na eliminatória (veja ao final do texto os próximos jogos).

Já a Argentina, que teve a estreia em uma partida oficial do técnico Jorge Sampaoli, mostrou uma evolução. O time tocou muito mais a bola, teve a posse dela por muito mais tempo, mas, com exceção de Messi, não ameaçou tanto o goleiro Muslera.

  • Ninguém marcou

A primeira chance clara de gol foi dos uruguaios, aos 12 minutos do primeiro tempo. Após a defesa argentina afastar mal uma bola lançada na área por Suárez, Godín acabou ficando com a sobra e marcou o tento. Mas ele estava impedido e o gol foi anulado.

A resposta argentina demorou alguns minutos, e foi boa. Aos 21, Di María e Messi tabelaram, com o craque do Barcelona devolvendo a bola para o atacante do PSG. Ele cruzou rasteiro para a área, mas ninguém aproveitou.

O melhor lance do primeiro tempo foi aos 31. De longe da área, Suárez tentou fazer um gol por cobertura, mas a bola acabou não acertando o alvo e passou por cima da baliza do goleiro Romero.

Aos 37, o Uruguai ficou perto de marcar novamente. O goleiro Romero chegou a bater roupa, dando a bola nos pés de Cavani. Mas o arqueiro conseguiu se recuperar e fez a defesa em seguida. A bola chegou a sobrar para Suárez, que fez uma jogada e tocou para Cavani, mas o atacante do PSG chutou para fora.

  • Argentina melhor

Logo no primeiro lance ofensivo da segunda etapa, a Argentina assustou os uruguaios. Messi recebeu a bola na entrada da área e deu um passe perfeito para ICardi. Mesmo com a bola nos pés e sem marcação, o atacante finalizou sem força, aos 4 minutos.

Aos 12, Messi exigiu uma boa defesa de Muslera. Em cobrança de falta, obrigou o goleiro a se esticar todo para evitar que a bola entrasse no seu canto superior esquerdo.

  • Pênalti?

Aos 33, Icardi recebeu a bola na área e caiu. Pediu pênalti.

Os demais jogadores da Argentina também. Mas a arbitragem mandou o jogo seguir.

  • Próximos jogos

As duas seleções voltam a atuar pela eliminatória na próxima terça-feira, dia 5.

A Argentina jogará contra a Venezuela no estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires. Já o Uruguai viajará para o Paraguai, onde jogará no estádio Defensores del Chaco, em Assunção.

  • Ficha técnica

URUGUAI 0 X 0 ARGENTINA

Local: Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai)
Data: 31 de agosto de 2017 (Quinta-feira)
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Víctor Carrillo (Peru)
Assistentes: Jonny Bóssio (Peru) e Coty Carrera (Peru)
Cartões amarelos: URUGUAI: José Giménez, Álvaro González. ARGENTINA: Mercado, Pastore.

URUGUAI: Fernando Muslera, Martín Cáceres, José Giménez, Diego Godín e Gastón Silva; Nahitan Nández, Álvaro González (Corujo), Matias Vecino e Cristian Rodríguez; Luis Suárez (Stuani) e Edinson Cavani. Técnico: Óscar Tabárez

ARGENTINA: Sergio Romero, Gabriel Mercado, Federico Fazio e Nicolás Otamendi; Lucas Biglia, Guido Pizarro, Acuña (Acosta), Angel Di María (Correa), Lionel Messi e Paulo Dybala (Pastore); Mauro Icardi. Técnico: Jorge Sampaollo

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas