quinta-feira, maio 19, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeDESTAQUESEm duelo para fugir do Z-4, Vitória tenta sair da seca contra...

Em duelo para fugir do Z-4, Vitória tenta sair da seca contra a Ponte Preta

O Vitória está pronto para mais uma partida pela Série B do Campeonato Brasileiro, a 13ª desta edição. O adversário da vez é a Ponte Preta, que visita o time treinado por Ramon Menezes no Barradão, nesta terça-feira, 20, a partir das 21h30. O Rubro-Negro entra em campo pressionado pela zona de rebaixamento e por uma sequência de sete jogos sem vencer. Mas se o Leão sofre com a seca do deserto de triunfos, a Macaca é o oásis que o time tanto deseja.

>>Veja tabela de classificação e jogos da Série B

Pelo menos é assim que tem sido nos últimos anos. O Vitória não perde para a equipe de Campinas desde 2016, quando se encontraram na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. De lá para cá são seis partidas, com quatro triunfos rubro-negros e dois empates, ambos pela Série B do ano passado.

O retrospecto dos confrontos entre os clubes mostra que o domínio do Vitória não é de agora. Há cinco anos, antes de ser derrotado pela Ponte Preta, o Leão já ostentava nove temporadas de invencibilidade contra a Macaca.

Ou seja, desde 2007, o time do interior de São Paulo só venceu o Rubro-Negro baiano apenas uma vez. Nos outros 13 confrontos o Vitória ganhou nove e empatou quatro.

A freguesia fica maior ainda quando o assunto são os jogos no Barradão, palco da partida desta terça, e onde o time da casa não perde para a Ponte Preta desde 2004. E tem mais escrita em jogo, porque o Leão nunca foi superado pela Macaca em jogos válidos pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Para aqueles que acreditam que tabu não ganha jogo, talvez a situação de momento ajude a manter o otimismo. Isso porque a fase do Alvinegro de Campinas é tão complicada quanto a do Vitória.

Talvez até pior, já que apesar de ambos somarem nove pontos, a Ponte (19º lugar) está uma posição atrás do Rubro-Negro (18º) porque tem saldo de gol pior na comparação entre eles (-4 x -3).

Cabeça boa

Mais importante que o histórico positivo e as posições na tabela, é ser “forte emocionalmente”. Ao menos essa é a opinião do zagueiro Marcelo Alves. Ele falou com a imprensa, reconheceu a fase ruim e apostou na força emocional como receita para tirar o time da zona de rebaixamento.

“Não é um momento bom que vivemos, sabemos disso, mas acredito que nesse momento a gente precisa ser muito forte emocionalmente. A gente tem que estar cada vez mais próximo, cada vez mais fechado porque quando chegar em campo, somos nós que vamos decidir pelo clube. É o momento de estar muito forte emocionalmente porque só assim que a gente vai sair dessa situação difícil”, disse o zagueiro.

Marcelo começou a Série B como titular do Vitória, mas perdeu espaço nas últimas rodadas. O defensor explicou que a ida para o banco de reservas fez parte de um planejamento do departamento médico para preservá-lo por causa de uma cirurgia no joelho a qual ele foi submetido em abril.

“Antes de começar o Brasileiro, eu passei por uma artroscopia. Então, o período que o grupo estava treinando, eu tive que estar me recuperando. Isso ajudou com que, em certo momento do campeonato, eu tivesse um desgaste maior. Aproveitei esse período que tive sem jogar para me recuperar. Me sinto bem para ajudar a equipe amanhã”, contou o zagueiro, que volta ao time contra a Ponte.

Marcelo Alves deve fazer dupla de zaga com Mateus Moraes, já que Ramon Menezes segue sem contar com Wallace Reis, e perdeu também Thalisson, com um problema na clavícula. Outro que não fica à disposição por lesão é Fernando Neto, com dores na coxa.

VITÓRIA X PONTE PRETA – 13ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE B

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador (BA), às 21h30

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Ricardo Bezerra Chianca (ambos de PE)
Vitória – Ronaldo; Cedric, Marcelo Alves, Mateus Moraes e Roberto; Gabriel Bispo, Pablo Siles e Bruno Oliveira; David, Pedrinho e Dinei. Técnico: Ramon Menezes

Ponte Preta – Ivan; Felipe Albuquerque, Ednei, Cleyton e Jean Carlos; André Luiz, Vini Locatelli, Camilo, Richard e Fessin; Moisés. Técnico: Gilson Kleina

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas