segunda-feira, janeiro 17, 2022
BANNER_728x90px (3)
HomeBrasileirão - Serie AEurico diz que queria torcida única e pede desculpa por incidente em...

Eurico diz que queria torcida única e pede desculpa por incidente em São Januário

Após a selvageria que aconteceu em São Januário depois da derrota do Vasco para o Flamengo no clássico válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, o presidente do clube cruz-maltino, Eurico Miranda, veio a público se desculpar pelo ocorrido.

“Pedi para falar basicamente para dizer que precisava, como presidente do Vasco, pedir desculpas em nome do Vasco. O que aconteceu aqui não é Vasco. Isso não é Vasco. Estou apresentando meu pedido de desculpas em nome do Vasco. Realmente o que aconteceu aqui é algo que não tem nenhuma justificativa. Mas preciso deixar uma coisa muito clara: nós, como fazemos sempre, tomamos todas as providências para que o jogo pudesse transcorrer sem nenhum incidente”, afirmou Eurico.

“Cheguei inclusive a sugerir q fizéssemos o jogo com torcida unica. A PM não quis atender esse pedido”, completou.

Após o apito final, a torcida do Vasco começou a protestar contra a arbitragem, e o clima se descontrolou. Alguns fãs cruz-maltinos ameaçaram invadir o gramado e começaram a jogar objetos, desde copos e garrafas até entulhos e sinalizadores, no gramado.

Com o clima hostil, os jogadores do Flamengo não desceram para os vestiários e ficaram no centro do campo.

Nisso, a briga entre vascaínos e autoridades se intensificou, e a polícia militar começou a usar bombas de efeito moral e spray de pimenta. Ao mesmo tempo, a torcida do time mandante começou a se dirigir para o setor dos fãs rubro-negros e até jogaram uma bomba de efeito moral nos rivais.

Os jogadores do Flamengo ficaram incomodados e até sentiram os efeitos do spray de pimenta nos olhos. Depois de cerca de 15 minutos, os atletas foram correndo para os vestiários, mas o clima hostil nos arredores de São Januário seguiu.

A coletiva do técnico do Flamengo, Zé Ricardo, que aconteceria depois do jogo, foi cancelada por questões de segurança.

“Algumas coisas contribuíram para que isso no final viesse a acontecer. Isso é algo que eu tenho certeza que já estava preparado, vinha sendo feito pra que na primeira derrota que tivéssemos aqui… já houve tentativa disso no jogo com o Corinthians, que isso viesse a acontecer. Uma série de fatores contribuíram pra que no final a gente tivesse essas cenas’, afirmou Eurico.

O presidente vascaíno ainda reiterou que São Januário é um estádio seguro. “Não estou querendo preparar algo, nem estou preocupado com as consequências do que aconteceu, mas isso é um estadio absolutamente seguro”.

“Esse é um pedido meu formal de desculpas, não aos vândalos, mas à torcida do Vasco, que presenciou essas cenas lamentáveis. E também aos outros torcedores, que podem fazer uma imagem de São Januário que não é verdadeira”, completou.

  • Flamengo emite nota oficial

Já o Flamengo se pronunciou sobre a confusão através de nota oficial e lamentou o ocorrido. “O Clube de Regatas do Flamengo lamenta a situação a que foram expostos nossos profissionais, colegas da imprensa e torcedores após o término da partida contra o Vasco e repudia todo e qualquer ato de violência dentro e fora dos estádios”, publicou o clube.

“O Flamengo entrou em campo e venceu na bola. Agora, espera que todas as providências sejam tomadas para que um episódio desastroso como o de hoje não se repita e que os marginais responsáveis sejam punidos. O futebol tem sido vítima constante da impunidade e da falta de sensibilidade de alguns dirigentes, que estimulam o ódio”, encerrou.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas