Com o resultado, o Flamengo chega aos 20 pontos e retoma a terceira colocação do torneio. O São Paulo, por sua vez, entra na zona de rebaixamento pela primeira vez na competição. O time tricolor estacionou nos 11 pontos e está na 17ª posição, empatado com o Bahia, que vence no critério de desempate.

O próximo compromisso do time rubro-negro é já nesta quarta-feira. A equipe carioca vai ao Chile enfrentar o Palestino, pela Copa Sul-americana, às 21h45 (de Brasília). No Campeonato Brasileiro, o Flamengo volta a campo no próximo sábado, às 18h (de Brasília), em clássico contra o Vasco.

O São Paulo também terá um clássico na próxima rodada do Nacional. O clube visita o Santos, na Vila Belmiro, às 19h (de Brasília), no próximo domingo.

Ceni: ‘O time vinha bem, até que o Vuaden conseguiu encontrar uma falta para o Fla’
  • Quatro minutos

Apesar do Flamengo chegar à partida como favorito, esta condição não se confirmou no início do jogo. começou muito equilibrado e com o São Paulo finalizando ao gol pela primeira vez. Porém, a partir da metade da primeira etapa, o time rubro-negro passou a comandar as ações da partida.

Com mais posse de bola, o Fla se mostrava organizado para ir ao ataque, mas não conseguia levar perigo real à meta de Renan Ribeiro. Esta situação se sustentou até aos 38 da parcial inicial, quando, em um espaço de quatro minutos, o time da casa deslanchou antes do fim da primeira etapa.

Aos 38 minutos, Guerrero bateu falta com maestria e abriu o placar para o Flamengo. Com 42 no relógio, Éverton Ribeiro tabelou com Guerrero, invadiu a área e cruzou para Diego, que pegou na bola de voleio e ampliou o marcador.

 
Rodrigo Caio pede reflexão no São Paulo e admite: ‘É o nosso pior momento’
  • “Ficou no quase”

A parcial final começou com o São Paulo procurando mais o ataque, afinal o time tricolor precisava reverter a situação desfavorável. Mas, mesmo com mais ímpeto ofensivo, a equipe visitante não chegava de forma efetiva ao gol adversário. Exceção um chute de Lucas Pratto que assustou a torcida mandante.

Já o Flamengo, menos presente no ataque neste tempo, apostava no contra golpe para chegar à frente. Primeiro, Everton concluiu boa jogada e exigiu uma bela defesa do goleiro rival. Depois, aos 19 minutos, o time da casa teve a chance de matar o jogo, mas, Rodrigo Caio, na risca do gol, e Renan Ribeiro, duas vezes, salvaram a equipe paulista.

O São Paulo não se intimidou com a chegada dos cariocas e, no lance seguinte, quase diminuiu o placar. Cueva recebeu na direita, bateu firme, mas Réver estava em cima da linha e evitou o gol dos visitantes.

Apesar de tentar outras vezes, os visitantes não conseguiram se recuperar e o Flamengo conquistou mais uma vitória em casa.

Zé Ricardo aprova produção de jogo do Fla e defende Ceni: ‘Ele está no caminho certo’
  • Ficha técnica

FLAMENGO 2 X 0 SÃO PAULO

Local: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 2 de julho de 2017, domingo
Horário:
 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e Mauricio Coelho Silva Penna (ambos do RS)
Público/renda: 17.302 presentes / 16.084 pagantes / R$ 1.182.167,00

GOLS: Guerrero, aos 37 minutos do 1ºT, e Diego, aos 41 minutos do 2ºT (Flamengo)
Cartões amarelos: Éverton (Flamengo); Cueva (São Paulo)

FLAMENGO: Thiago; Pará, Réver, Rhodolfo e Miguel Trauco (Renê); Márcio Araújo, Gustavo Cuéllar, Diego, Éverton Ribeiro (Berrío) e Everton (Matheus Savio); Paolo Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Araruna, Diego Lugano, Rodrigo Caio e Júnio Tavares; Jucilei, Wesley (Denilson) e Petros; Marcinho (Wellington Nem), Lucas Pratto e Christian Cueva (Shaylon)
Técnico: Rogério Ceni