quarta-feira, maio 18, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeCampeonato Baiano - Serie AFlu de Feira quer esquecer má fase antes de pegar o Bahia

Flu de Feira quer esquecer má fase antes de pegar o Bahia

Prestes a enfrentar o Bahia neste domingo (16), às 18h30, no Joia da Princesa, o Flu de Feira preferiu encarar a goleada por 6×0 para o Vitória, na última rodada da 1ª fase do Baianão, como um acidente de percurso.

“Aquilo passou, foi mais um acidente. Lira (Arnaldo, o técnico) entrou com um time com três atacantes, aberto demais. Contra Vitória e Bahia não se pode jogar assim”, explicou Luiz Paolilo Filho, vice-presidente de futebol do clube feirense.

 De fato, se for analisada a campanha do Touro do Sertão, as duas últimas rodadas parecem ter sido acidentais. O time conquistou a vaga nas semifinais de forma invicta, com seis vitórias e três empates. Depois, perdeu para o rival, Bahia de Feira, por 2×1, e sofreu a goleada para o Leão.

O capitão Jorge Wagner, porém, não enxergou o resultado contra o Leão de forma tão casual assim: “A gente tem que ter a consciência de onde errou. Por tudo que apresentamos no campeonato, a gente não poderia ter tomado esses seis gols. Temos que valorizar a campanha que fez para classificar”, bradou após aquele duelo.

 Segundo Paolilo, a crítica dura do capitão já foi absorvida pelos companheiros: “Fez parte do papel dele como líder dentro do vestiário. Jorge Wagner é um atleta experiente, rodado, e não gosta de perder. Agora vem a semifinal do Baiano e nós vamos para chegar à decisão”.

Para enfrentar o tricolor, o Touro do Sertão fez uma preparação especial. De folga  há mais de dez dias, depois de enfrentar o Leão, o time conseguiu recuperar todos os seus jogadores do departamento médico e o técnico Arnaldo Lira não terá desfalques para o duelo deste domingo.

 Sem poder usar o Joia da Princesa diariamente para treinar, o Flu de Feira fez uma intertemporada de quatro dias na cidade vizinha de Santo Estevão, a 90 km de Feira de Santana, onde utilizou o estádio municipal.

A equipe não quer ser modesta nas suas aspirações: acredita que pode sim vencer o tricolor hoje e brigar por uma vaga na decisão. “Estamos trabalhando para isso. Aqui estipulamos uma premiação boa, os atletas têm seus salários em dia, o técnico conhece a equipe. Agora depende deles. O que posso dizer é que a vontade de todos no clube é muito grande de colocar o Fluminense onde merece estar”, disse Paolilo.

Touro quer Joia lotado

Segundo o Touro, foram vendido até o sábado (15) quase 5 mil ingressos para o duelo no Joia da Princesa. A maior parte, 3 mil bilhetes, de uma cota, reservada pelo clube para a sua torcida, que custou R$ 20 a meia. Agora, só restam as entradas a R$ 30 a meia, que podem ser compradas pelas duas torcidas na sede do clube, na Rua Geminiano Costa.

A direção espera 12 mil torcedores: “O horário é bom porque muita gente que viajou por conta da Semana Santa já vai estar na cidade”, disse o diretor de futebol, Zé Chico.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas