O atacante Miguel Borja ainda não participará do confronto com a Ferroviária, marcado para as 16h30 deste sábado, no Allianz Parque, pelo Campeonato Paulista. O colombiano deve ser apresentado oficialmente como jogador do Palmeiras apenas depois do Carnaval.

Anunciado no último dia 9 de fevereiro, Borja finalmente teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na última quinta-feira. Ele ainda depende de trâmites burocráticos para ser inscrito no Campeonato Paulista no lugar do lesionado meio-campista Moisés.

O regulamento do torneio estadual impõe um limite de apenas 28 inscritos, mas permite substituições na lista em caso de lesões que impeçam um atleta de atuar até o final do torneio, marcado para 7 de maio. É o caso de Moisés, que sofreu grave contusão no joelho esquerdo diante do Linense.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) já recebeu do Palmeiras laudo sobre o estado clínico de Moisés. Uma vez que a entidade chancele o documento, o clube alviverde pode efetivamente inscrever  Miguel Borja no lugar do lesionado meio-campista.

Por 70% dos direitos econômicos de Borja, o Palmeiras, bancado pela Crefisa, desembolsou aproximadamente R$ 32,8 milhões e assinou por cinco anos com centroavante. Embora ainda não tenha sido apresentado, ele já vem treinando normalmente na Academia de Futebol.

A apresentação oficial de Miguel Borja deve ser realizada a partir da próxima quarta-feira e ainda não tem local definido. A exemplo de Lucas Barrios, o centroavante também pode vestir a camisa do Palmeiras na sede da Faculdade das Américas (FAM), com Leila Pereira como anfitriã.

Campeão da última edição da Copa Libertadores pelo Atlético Nacional, Miguel Borja é a principal esperança de gols para assumir o comando de ataque, ocupado por Willian nos últimos jogos. Após enfrentar a Ferroviária, o Palmeiras encara o Red Bull na sexta-feira, no Moisés Lucarelli.