Agora, no próximo domingo (5), pelo Campeonato Baiano, o adversário do Esquadrão será a equipe do Vitória da Conquista, no Estádio Lomanto Júnior. Pelo regional, o Bahia volta a jogar no dia 12 de março, fora de casa, contra o Moto Club.

Jogo
A primeira grande oportunidade do Bahia saiu aos 16 minutos. Zé Rafael tocou para Hernane que, de esquerda, bateu e botou o goleiro do Altos para trabalhar. No lance seguinte, na cobrança do escanteio, o volante Juninho cobrou fechada e assustou.

Melhor no jogo, o Esquadrão voltou a criar aos 27 minutos. Éder, após escanteio pela direita, escorou para o meio e encontrou Jackson, que bateu de primeira e esbarou no camisa 1 adversário. Dois minutos depois, aos 29, Zé Rafael também tentou furar o bloqueio e teve o chute defendido pelo arqueiro do Altos.

A última chance, bem tímida, saiu dos pés de Juninho. O volante arriscou de fora e o goleiro espalmou.

Segundo tempo
O Tricolor de Aço precisou de 5 minutos para fazer o primeiro. Armero foi até a linha de fundo e cruzou para trás, onde estava Diego Rosa. O atleta do Esquadrão finalizou e o goleiro deu rebote. Hernane dominou, tirou do zagueiro e balançou a rede. Aos 17, um golaço na Fonte Nova. A jogada começou pela direita com Eder. Ele tabelou com Régis, foi até o fundo e cruzou para área. João Paulo dominou e só ajeito para Régis bater e ampliar: Bahia 2 a 0.

Um outro lance, aos 20 minutos, levantou o torcedor das cadeiras da Fonte Nova. O árbitro marcou pênalti para equipe do Altos, no entanto, o goleiro Jean brilhou. Defendeu a cobrança e logo depois o rebote.

Hernane, aos 29, e Zé Rafael, aos 32, chegaram com perigo e quase marcaram o terceiro gol do Bahia na partida. Gol esse, aos 36 minutos, saiu dos pés do atacante João Paulo. Ele, que já havia dado uma assistência, aproveitou o erro de passe adversário, entrou na área e colocou no fundo do gol.