segunda-feira, janeiro 17, 2022
BANNER_728x90px (4)
HomeSELEÇÃO BRASILEIRAMuralha, Gabigol, David Luiz... Veja 10 nomes que Tite chamou, mas não...

Muralha, Gabigol, David Luiz… Veja 10 nomes que Tite chamou, mas não vão à Copa

Nesta segunda-feira, milhões de brasileiros vão acompanhar o anúncio dos 23 nomes que vão defender a Seleção na Copa do Mundo de 2018. Alguns deles vivem a expectativa de serem chamados pelo técnico Tite para representar o Brasil na Rússia. Outros até tiveram chances desde que o treinador assumiu, no meio de 2016, mas ficaram pelo caminho. Relembre alguns deles:

Diego Souza

Foi convocado quatro vezes (três vezes para amistosos, outra para uma rodada dupla das eliminatórias). Disputou cinco jogos, marcou dois gols (ambos contra a Austrália). Chegou a ser considerado uma das opções para a reserva de Gabriel Jesus na função de centroavante. Mas caiu de produção, trocou o Sport pelo São Paulo e perdeu espaço na corrida.

Brasil vence Austrália em amistoso com boa atuação de Diego Souza

Brasil vence Austrália em amistoso com boa atuação de Diego Souza

Alex Muralha

Esteve em três das 10 convocações de Tite pela Seleção. Todas no início do trabalho, entre setembro de 2016 e janeiro de 2017: para os jogos contra Bolívia, Venezuela, Peru e Argentina, pelas eliminatórias, e para o amistoso contra Colômbia, no Engenhão. Foi chamado por se destacar no Brasileirão. Desde então, perdeu espaço no Flamengo, foi perseguido pela torcida e acabou emprestado para o futebol japonês.

Rafael Carioca

Vivia bom momento no Atlético-MG quando foi um das novidades da primeira lista de Tite. Voltou a aparece na segunda convocação, dessa vez substituindo o cortado Casemiro. E foi só. Um ano depois, foi vendido ao Tigres-MEX.

Foi um dos atacantes da primeira convocação de Tite, mas não foi chamado novamente. Na estreia do treinador, contra o Equador, em Quito, havia a dúvida na imprensa de quem seria o camisa 9: ele ou Gabriel Jesus. Gabigol perdeu a disputa e, posteriormente, seu espaço na Seleção. Na sequência, emendou passagens apagadas por Inter de Milão e Benfica antes de retornar ao Santos.

Gabigol usou a seleção olímpica como trampolim para a profissional, mas não ficou (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)Gabigol usou a seleção olímpica como trampolim para a profissional, mas não ficou (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)

Gabigol usou a seleção olímpica como trampolim para a profissional, mas não ficou (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)

David Luiz

Titular na Copa de 2014, seguiu tendo chances com Dunga, mas foi chamado apenas uma vez por Tite: para os amistosos contra Argentina e Australia no meio do ano passado. Foi titular diante dos australianos e jogou como volante (posição que vinha atuando no Chelsea) por 72 minutos até ser substituído. Hoje, com problemas com o técnico Antonio Conte, nem é relacionado no clube inglês.

David em um dos treinos da Seleção na Austrália: chamado apenas uma vez por Tite (Foto: Pedro Martins/MoWA Press)David em um dos treinos da Seleção na Austrália: chamado apenas uma vez por Tite (Foto: Pedro Martins/MoWA Press)

David em um dos treinos da Seleção na Austrália: chamado apenas uma vez por Tite (Foto: Pedro Martins/MoWA Press)

Titular e medalha de ouro na Olimpíada de 2016, marcou presença nas seis primeiras convocações de Tite: quatro para as eliminatórias e duas para amistosos. Entrou em campo duas vezes e jogou 180 minutos: foi titular nos amistosos contra a Colômbia (no Engenhão, em prol das famílias das vítimas do voo da Chapecoense) e diante da Argentina, na Australia. Desde a última convocação, no meio de 2017, trocou de clube e atualmente é reserva no Palmeiras.

Oscar

Titular na Copa de 2014, caiu de produção no Chelsea e foi vendido para o futebol chinês em dezembro de 2016. Pouco antes disso, foi chamado uma única vez por Tite para a disputa das eliminatórias, na segunda convocação do treinador. Mas não chegou a entrar em campo contra Bolívia e Venezuela.

Dudu

Fez até gol da vitória sob o comando de Tite. Tudo bem que foi no amistoso contra a Colômbia, quando apenas jogadores que atuam no Brasil foram chamados. Titular naquele jogou, atuou 78 minutos. Em boa fase no Palmeiras, reapareceu na convocação seguinte para os jogos contra Uruguai e Paraguai, pelas eliminatórias, dessa vez substituíndo o cortado Douglas Costa. Desde então não foi mais lembrado.

Gol do Brasil! Dudu pega rebote e cabeceia para marcar, ao 1 do 2º tempo

Gol do Brasil! Dudu pega rebote e cabeceia para marcar, ao 1 do 2º tempo

Jorge

O mesmo roteiro de Dudu: jogou por 45 minutos no amistoso contra a Colômbia e depois foi posteriormente convocado para uma rodada dupla das eliminatórias: os jogos contra Bolívia e Chile, que fecharam a participação da Seleção no torneio. Substituiu Filipe Luís, cortado por lesão na ocasião. A briga na esquerda, no entanto, é muito disputada. As duas vagas ficarão entre Marcelo, Filipe Luís e Alex Sandro.

Nome com história na Seleção, disputou duas Copas do Mundo (2006 e 2010). Com Tite, teve apenas uma chance no amistoso contra a Colômbia, quando foram chamados apenas jogadores que atuam no futebol brasileiro. Disputou 45 minutos naquele jogo. Na época, se destacava no Atlético Mineiro. Atualmente joga no futebol turco.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas