Na estreia de Luis Fabiano, Vasco só empata, e Macaé soma primeiro ponto no Carioca

O resultado representou o primeiro ponto do Macaé nesta edição do Campeonato Carioca, já que havia perdido os cinco jogos que fez na Taça Guanabara, tendo a pior campanha. O Vasco, por sua vez, foi até a semifinal após fazer nove pontos na fase classificatória e acabou eliminado pelo Flamengo.

Estreante da tarde, Luis Fabiano, que foi anunciado como reforço em 17 de fevereiro, teve uma chance de gol em cada tempo, mas o goleiro Milton Raphael foi bem em ambas para fazer a defesa. No lance do segundo tempo, aliás, Rodrigo marcou no rebote.

Pela próxima rodada da Taça Rio, o Macaé receberá a Portuguesa no domingo, às 15h30 (de Brasília). No mesmo dia, o Vasco fará clássico com o Botafogo, às 18h30, no Maracanã, na condição de mandante. Antes, na quinta-feira, a equipe irá a Salvador encarar o Vitória, às 19h30, pelo confronto de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Na ida, empate por 1 a 1.

  • Virada do Macaé

Os cruzmaltinos tomaram a iniciativa no confronto e abririam o placar aos 13min com uma bela jogada coletiva. Douglas fez bom lance individual e tocou para Nenê, que cortou marcador e chutou de dentro da área para fazer um golaço.

Melhor em campo, o Vasco – que terminaria o primeiro tempo com oito finalizações contra quatro do adversário – ainda contava com o estreante Luis Fabiano animando a torcida com um chapéu para cima de um adversário e uma finalização que quase terminou em gol. Porém, o goleiro Milton Raphael caiu para pegar conclusão rasteira.

Além de não conseguir ter ampliado a vantagem, o time visitante ainda teve de lamentar o empate. Aos 25min, Zotti levantou da esquerda, e Hudson cabeceou firme para o fundo do alvo.

Depois do empate, o jogo ficou equilibrado e ganharia emoção apenas nos minutos finais da etapa inicial. Aos 40min, Gilberto quase deixou a equipe cruzmaltina em vantagem com um cabeceio que foi para fora. Quatro minutos depois, veio a resposta e, consequentemente, a virada. Em contra-ataque, Marquinho avançou e tocou na área para Rafinha tirar de Martín Sillva. Aos 46min, Ronaldo ainda exigiria uma boa defesa do goleiro vascaíno com um chute cruzado.

  • Vasco não empolga, mas empata

Na volta do intervalo, Cristóvão Borges fez duas mudanças no Vasco: entraram Yago Pikachu e Guilherme Costa nas vagas de Gilberto e Wagner. Disposto a reagir, o time alvinegro quase empatou aos 4min, com um cabeceio de Rodrigo no travessão após cobrança de escanteio. Do outro lado, Marquinho escapou da marcação na entrada da área e finalizou para a defesa de Martín Silva aos 13min. No escanteio gerado pelo lance, Alan cabeceou rente à trave esquerda, quase fazendo o terceiro.

No momento em que o Macaé estava melhor em campo, o Vasco aproveitou a oportunidade que teve e deixou tudo igual aos 19min. Guilherme levantou da direita, e Luis Fabiano cabeceou para boa defesa de Milton Raphael. No rebote, Rodrigo encheu o pé para empatar.

Logo depois do gol, o time mandante quase ficou à frente novamente com Hudson, que dividiu uma bola com Martín Silva. Na sequência, ele desviou como deu, e a bola saiu ao lado da meta. Aos 31min, Hudson assustou de novo com uma bela finta e um chute à esquerda do alvo, tirando tinta da trave.

O Vasco responderia com uma cobrança de falta de Nenê aos 36 min que acertou a trave. Porém, sem brilhar no segundo tempo e vendo o adversário faz uma partida parelha, o time cruzmaltino não conseguiu evitar o tropeço.

FICHA TÉCNICA
MACAÉ 2 X 2 VASCO

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 12 de março de 2017, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Diego da Silva Lourenço
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Diego Luiz Couto Barcelos
Renda: R$ 166.630,00
Público: 5.367 pagantes
Cartões amarelos: Aislan, Rafael Lourenço e Hudson (Macaé); Jomar, Yago Pikachu e Nenê (Vasco)
Gols: MACAÉ: Hudson, aos 25min do primeiro tempo; Rafinha, aos 44min do primeiro tempo
VASCO: Nenê, aos 13min do primeiro tempo; Rodrigo, aos 19min do segundo tempo

MACAÉ: Milton Raphael, Ronaldo, Aislan, Ramon e Ebert; Alan, Rafinha (Rafael Lourenço), Wagner Carioca, Marquinho e Zotti (Xavier); Hudson (André Paulino)
Técnico: Toninho Andrade

VASCO: Martín Silva, Gilberto (Yago Pikachu), Jomar, Rodrigo e Henrique; Jean, Douglas, Wagner (Guilherme) e Nenê; Kelvin (Muriqui) e Luís Fabiano
Técnico: Cristóvão Borges