Os 5 ‘piores’ times que conquistaram a Champions League

0

Conq

Conquistar a Champions League é a glória máxima para um clube europeu: trata-se, sem nenhuma dúvida, do troféu mais almejado por dirigentes, torcedores e atletas que atuam no Velho Continente. Nos últimos 15 anos, Barcelona e Real Madrid emplacaram uma espécie de ‘soberania dividida’, concentrando 60% dos títulos disputados neste meio-tempo.

Contudo, a competição tal qual conhecemos hoje, dos ‘esquadrões bilionários’ e de poucas surpresas, eram bem diferente há algumas décadas: entre os anos 60 e 80, inúmeros clubes de pouca expressão, apontados como grandes azarões, conseguiram experimentar a glória de conquistar a Europa. Considerando o fator favoritismo, grandeza e qualidade do elenco, listamos os 5 ‘piores’ clubes que já ergueram a tão sonhada Champions:

Estrela Vermelha (1991)

ITALY-FBL-BELGRADE-MARSEILLE

© MinuteMedia ITALY-FBL-BELGRADE-MARSEILLE

O Leste Europeu ‘patrocina’ fortemente essa lista, não tem jeito. Na temporada 1990/91 – considerada a mais importante da história do clube -, o Estrela Vermelha reunia grande parte dos jogadores que faziam parte da seleção da Iugoslávia, nação que só seria diluída no ano seguinte. Apesar da predominância de atletas selecionáveis, o Estrela não entrava na competição como favorito, muito pelo contrário: Marseille, Real Madrid, Bayern e Milan eram os mais cotados.

Aston Villa (1982)

Kenny Swain Aston Villa 1982

© MinuteMedia Kenny Swain Aston Villa 1982

O Aston Villa é um dos clubes mais antigos e tradicionais do futebol inglês, e certamente merece respeito por isso. Contudo, grande parte das suas glórias e conquistas se concentram nas primeiras décadas do século XX, mesmo tendo emplacado boas equipes com o passar tempo. Nos anos 80, chocou a todos ao bater a maior potência do futebol europeu no momento, o Bayern de Munique, na decisão de 1981/82. Tinha um bom time, mas nada espetacular perto dos bávaros, liderados à época por Rummenigge e Paul Breitner.

Steaua Bucaresti (1986)

FBL-EUR-C3-LAZIO-STEAUA

© MinuteMedia FBL-EUR-C3-LAZIO-STEAUA

O clube romeno tem imensa tradição em seu país, mas não tinha quase nenhuma tradição continental em 1985/86, quando chegou à decisão europeia para encarar um forte Barcelona. Segurou o 0 a 0 durante todo o tempo regulamentar, prorrogação e acabou prevalecendo nos pênaltis. Mais um caso de equipe apenas mediana, com uma campanha inspirada para contrariar os prognósticos negativos.

Borussia Dortmund (1997)

FOOT-AUXERRE-DORTMUND

© MinuteMedia FOOT-AUXERRE-DORTMUND

Muitos irão estranhar a presença dos alemães nesta lista, afinal, trata-se de um clube vencedor nacionalmente e que conquistou a Bundesliga naquela mesma temporada de 1996/97. Contudo, os aurinegros jamais haviam chegado longe no torneio continental e não figuravam entre os principais candidatos ao título, apontados como o Manchester United e a Juventus (atual campeã na época). Liderados por Sammer, Möller e Riedler, bateram os Red Devils e superaram os italianos na decisão.

Oympique de Marseille (1993)

Marseille Captain Didier Deschamps lifts the UEFA European Cup 1993

© MinuteMedia Marseille Captain Didier Deschamps lifts the UEFA European Cup 1993

Völler, Abedi Pelé, Deschamps… Colocar o Marseille do início dos anos 90 entre os ‘piores campeões’ também parece absurdo, mas já vamos explicar. O clube francês vinha de duas conquistas nacionais (1990/91 e 1991/92), mas seguia batendo na trave a nível continental. Em 1992/93, quando o clube francês parecia já não viver mais o seu auge, veio a tão sonhada Champions diante de um rival poderosíssimo: o Milan de van Basten, Massaro, Donadoni, Costacurta, Maldini e Baresi. Zebraça.

uistar a Champions League é a glória máxima para um clube europeu: trata-se, sem nenhuma dúvida, do troféu mais almejado por dirigentes, torcedores e atletas que atuam no Velho Continente. Nos últimos 15 anos, Barcelona e Real Madrid emplacaram uma espécie de ‘soberania dividida’, concentrando 60% dos títulos disputados neste meio-tempo.

Contudo, a competição tal qual conhecemos hoje, dos ‘esquadrões bilionários’ e de poucas surpresas, eram bem diferente há algumas décadas: entre os anos 60 e 80, inúmeros clubes de pouca expressão, apontados como grandes azarões, conseguiram experimentar a glória de conquistar a Europa. Considerando o fator favoritismo, grandeza e qualidade do elenco, listamos os 5 ‘piores’ clubes que já ergueram a tão sonhada Champions:

Estrela Vermelha (1991)

ITALY-FBL-BELGRADE-MARSEILLE

© MinuteMedia ITALY-FBL-BELGRADE-MARSEILLE

O Leste Europeu ‘patrocina’ fortemente essa lista, não tem jeito. Na temporada 1990/91 – considerada a mais importante da história do clube -, o Estrela Vermelha reunia grande parte dos jogadores que faziam parte da seleção da Iugoslávia, nação que só seria diluída no ano seguinte. Apesar da predominância de atletas selecionáveis, o Estrela não entrava na competição como favorito, muito pelo contrário: Marseille, Real Madrid, Bayern e Milan eram os mais cotados.

Aston Villa (1982)

Kenny Swain Aston Villa 1982

© MinuteMedia Kenny Swain Aston Villa 1982

O Aston Villa é um dos clubes mais antigos e tradicionais do futebol inglês, e certamente merece respeito por isso. Contudo, grande parte das suas glórias e conquistas se concentram nas primeiras décadas do século XX, mesmo tendo emplacado boas equipes com o passar tempo. Nos anos 80, chocou a todos ao bater a maior potência do futebol europeu no momento, o Bayern de Munique, na decisão de 1981/82. Tinha um bom time, mas nada espetacular perto dos bávaros, liderados à época por Rummenigge e Paul Breitner.

Steaua Bucaresti (1986)

FBL-EUR-C3-LAZIO-STEAUA

© MinuteMedia FBL-EUR-C3-LAZIO-STEAUA

O clube romeno tem imensa tradição em seu país, mas não tinha quase nenhuma tradição continental em 1985/86, quando chegou à decisão europeia para encarar um forte Barcelona. Segurou o 0 a 0 durante todo o tempo regulamentar, prorrogação e acabou prevalecendo nos pênaltis. Mais um caso de equipe apenas mediana, com uma campanha inspirada para contrariar os prognósticos negativos.

Borussia Dortmund (1997)

FOOT-AUXERRE-DORTMUND

© MinuteMedia FOOT-AUXERRE-DORTMUND

Muitos irão estranhar a presença dos alemães nesta lista, afinal, trata-se de um clube vencedor nacionalmente e que conquistou a Bundesliga naquela mesma temporada de 1996/97. Contudo, os aurinegros jamais haviam chegado longe no torneio continental e não figuravam entre os principais candidatos ao título, apontados como o Manchester United e a Juventus (atual campeã na época). Liderados por Sammer, Möller e Riedler, bateram os Red Devils e superaram os italianos na decisão.

Oympique de Marseille (1993)

Marseille Captain Didier Deschamps lifts the UEFA European Cup 1993

© MinuteMedia Marseille Captain Didier Deschamps lifts the UEFA European Cup 1993

Völler, Abedi Pelé, Deschamps… Colocar o Marseille do início dos anos 90 entre os ‘piores campeões’ também parece absurdo, mas já vamos explicar. O clube francês vinha de duas conquistas nacionais (1990/91 e 1991/92), mas seguia batendo na trave a nível continental. Em 1992/93, quando o clube francês parecia já não viver mais o seu auge, veio a tão sonhada Champions diante de um rival poderosíssimo: o Milan de van Basten, Massaro, Donadoni, Costacurta, Maldini e Baresi. Zebraça.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here