Palmeiras busca empate com Atlético-MG e mantém vantagem na liderança do Brasileirão

0
  • Atlético-MG e Palmeiras empataram em 1 a 1 na tarde deste domingo, no Independência, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O ponto ganho foi melhor para o Verdão, que manteve a vantagem de cinco sobre o Internacional – o segundo colocado empatou pelo mesmo placar com o Ceará, no Castelão. O Galo continua na sexta posição, mas agora apenas um ponto à frente do xará paranaense e com a vaga à Libertadores ameaçada pelo Santos, que enfrenta a Chapecoense no Pacaembu na segunda-feira.

    Melhores momentos de Atlético-MG 1 x 1 Palmeiras pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro

    Melhores momentos de Atlético-MG 1 x 1 Palmeiras pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro

  • DESTAQUE GOLS SÓ NO SEGUNDO TEMPO

    Aos 18 minutos, Elias abriu o placar para o Atlético-MG – foi o centésimo gol da carreira do volante. Aos 30, o volante do Palmeiras, Bruno Henrique, empatou a partida em cobrança de pênalti – veja:

    Os gols de Atlético-MG 1 x 1 Palmeiras pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro

    Os gols de Atlético-MG 1 x 1 Palmeiras pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro

  • DESTAQUE INVENCIBILIDADE E TABU MANTIDOS

    Depois da 15ª rodada, o Palmeiras não perdeu mais no Brasileirão. Agora, chegou a 18 jogos de invencibilidade, com 13 vitórias e cinco empates. Já o Atlético-MG não vence há seis partidas na competição. Em todo caso, conseguiu evitar que o adversário vencesse pela primeira vez no novo Independência, reinaugurado em 2012.

    Emerson e Willian disputam bola no Independência, em Belo Horizonte

    Emerson e Willian disputam bola no Independência, em Belo Horizonte (Foto: Douglas Magno/BP Filmes)

    DESTAQUE PÊNALTI? NÃO E SIM

    No primeiro minuto do segundo tempo, Deyverson cortou para a linha de fundo e foi cercado por Victor, mas o árbitro goiano Wilton Pereira Sampaio não viu nada no choque entre eles. Por outro lado, aos 30, o juiz marcou falta de Adilson em Edu Dracena dentro da área – Bruno Henrique converteu a penalidade. Veja os lances abaixo e analise:

    Deyverson divide com Victor, e Palmeiras pede pênalti, com 1' do 2º tempo

    Deyverson divide com Victor, e Palmeiras pede pênalti, com 1′ do 2º tempo

    Bruno Henrique cobra pênalti cometido por Adilson em Edu Dracena, aos 31' do 2º tempo

    Bruno Henrique cobra pênalti cometido por Adilson em Edu Dracena, aos 31′ do 2º tempo

  • DESTAQUE OLHA A TRETA

    Aos 28 do primeiro tempo, Ricardo Oliveira e Felipe Melo trocaram empurrões e xingamentos, mesmo com o árbitro por perto tentando controlar a situação. Resultado: cartão amarelo para os dois – o atacante atleticano ficou suspenso para a próxima rodada.

    Embedded video

    DESTAQUE MEDALHÕES NO BANCO

    O jogo no Independência colocou frente a frente os dois técnicos mais velhos da Série A. Por coincidência, Levir Culpi, de 65 anos, e Felipão, 70, substituíram dois técnicos da nova geração – Thiago Larghi, 38, e Roger Machado, 43 – no Atlético-MG e no Palmeiras, respectivamente, durante o Brasileirão.

    Felipão e Levir Culpi brincam antes da partida em Belo Horizonte

    Felipão e Levir Culpi brincam antes da partida em Belo Horizonte (Foto: Douglas Magno/BP Filmes)

    DESTAQUE PRIMEIRO TEMPO

    A primeira parte do jogo foi aberta, com Atlético-MG e Palmeiras buscando o ataque. Embora o time da casa tenha ficado bem mais com a bola (62%), o número de finalizações foi igual, com quatro para cada lado – a equipe visitante teve uma chance clara de gol a mais (3 x 2). O Verdão foi perigoso antes, aos 25 minutos, quando Guerra chutou a bola em cima de Victor com o gol aberto, após ótima jogada de Deyverson pela direita. Aos 37, o Galo deu o troco, em uma bola chutada por Fábio Santos da entrada da área, após passe de Chará, que Weverton teve que se esticar todo para espalmar.

    Deyverson e Leonardo Silva dipsutam bola no primeiro tempo

    Deyverson e Leonardo Silva dipsutam bola no primeiro tempo (Foto: João Guilherme/Raw Image/Estadão Conteúdo)

  • DESTAQUE SEGUNDO TEMPO

    O Palmeiras começou em cima na etapa final, com Deyverson pedindo pênalti. Mas bastaram alguns minutos para o Atlético-MG começar a pressionar. Moisés se machucou, e Felipão colocou Thiago Santos para aumentar o poder de marcação. Não deu certo: aos 18, após linda jogada de Cazares e Fábio Santos, Elias acertou uma bomba no ângulo direito de Weverton. Depois, a equipe alviverde reequilibrou as ações. Aos 30, Bruno Henrique empatou a partida em pênalti cometido por Adilson em Edu Dracena. Levir Culpi mexeu algumas peças, seu time continuou tentando (16 finalizções contra seis), mas o jogo terminou igual.

    Moisés e Elias travam disputa no segundo tempo

    Moisés e Elias travam disputa no segundo tempo (Foto: Douglas Magno/BP Filmes)

  • DESTAQUE PRÓXIMOS JOGOS

    Pela 34ª rodada do Brasileirão, na quarta-feira, o Atlético-MG visitará o rebaixado Paraná no Durival Britto, às 21h (de Brasília). Um pouco mais tarde, às 21h45, O Palmeiras receberá o Fluminense em sua arena.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here