domingo, agosto 7, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeDESTAQUESPalmeiras e Atlético Mineiro se enfrentam pela semifinal da Libertadores

Palmeiras e Atlético Mineiro se enfrentam pela semifinal da Libertadores

O Atlético Mineiro visita o Palmeiras, nesta terça-feira, 21, às 21h30, no Allianz Parque, pelo primeiro jogo das semifinais da Copa Libertadores. Os times são os atuais líder e vice-líder do Campeonato Brasileiro, respectivamente, mas em momentos muito distintos. O Galo lidera voando alto – abriu sete pontos para o Verdão e não perde há 10 partidas (oito vitórias e dois empates) -, já o Porco perdeu o fôlego, sucumbiu para adversários menores – como o 2 a 0 para o Cuiabá – e parece restar a Libertadores como esperança de um título mais relevante nesta temporada.

Se os mineiros entram como favoritos na semifinal contra o atual campeão do torneio é porque o clube investiu após um ano de 2020 desastroso – eliminados na 1ª fase da Copa do Brasil e da Sul-Americana para os pequenos Afogados (Pernambuco) e Unión Santa Fe (Argentina). O Atlético Mineiro foi ao mercado, se reforçou com as chegadas de Hulk, Diego Costa, Nacho, e foi buscar o treinador finalista na última temporada, Cuca, que estava no Santos.

Abel Ferreira e Cuca armam um duelo particular nesse confronto. O gajo levou a vantagem sobre o brasileiro na final da última Libertadores, quando Breno Lopes marcou o gol salvador aos 54 do segundo tempo. Cuca saiu do Peixe após aquela decisão e voltou ao Galo, clube pelo qual conquistou seu primeiro título continental (em 2013) e que lhe daria condições de favoritismo – como tem sido.

Ambos, portanto, têm o mesmo objetivo: vencer para passar de fase e brigar por um segundo título da Libertadores pelos seus respectivos clubes.

Além disso, o jogo tem uma importância particular. O português agora vai igualar o atleticano como o treinador que mais vezes comandou o Verdão no Allianz Parque: 35 vezes. Abel, que chegou em novembro do ano passado ao clube paulista, tem 64,7% de aproveitamento no estádio e nunca contou com torcida. Cuca esteve à beira do campo em 2016 – quando conquistou o Brasileirão – e 2017, ostentando 74,3%.

Favoritismo pra lá

Apesar de jogar em casa e já ter batido o treinador adversário por um jogo decisivo, Abel Ferreira fez questão de ressaltar a força e favoritismo do rival. “Temos nossas ambições, mas ninguém tem dúvida nenhuma que o adversário é o favorito, pelo que investiu, pelo que gastou e continua a gastar. Na nossa humildade, no nosso feijão com arroz, vamos tentar chegar nos nossos objetivos. Queremos tanto quanto o nosso adversário, vamos usar as armas que temos e usaremos o mais indicado para estar na final da Libertadores”.

Cuca partiu para estratégia parecida, de aliviar a pressão de favoritos, mesmo contando com elenco considerado superior e em melhor fase. “Vamos competir agora com o Palmeiras. As chances que a gente tem são iguais às do Palmeiras. Nós vamos competir com o Fortaleza [pela Copa do Brasil], e as chances que a gente tem são iguais às do Fortaleza. Não adianta. Os caras estão fazendo um baita trabalho”, destacou o treinador e complementou, “não adianta dizer: ‘vocês são os favoritos para isso ou aquilo’. Você está competindo com o Flamengo, com o Palmeiras, com grandes equipes no Campeonato Brasileiro”.

Os dois técnicos devem ter praticamente força máxima à sua disposição no time titular. Cuca tem de desfalque o atacante Savarino, lesionado, e Guilherme Arana, que deixou o jogo contra o Sport sentindo dores no joelho direito, mas tudo indica que começará jogando. Abel Ferreira conta com o retorno de Danilo, que deve entrar no lugar de Felipe Melo. Luiz Adriano foi titular contra a Chapecoense, marcou gol e pode ganhar a vaga de Rony.

* Sob a supervisão do editor Rafael Tiago Nunes

PALMEIRAS X ATLÉTICO-MG – SEMIFINAL DA LIBERTADORES 2021

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP), às 21h30

Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Assistentes: Diego Bonfa e Gabriel Chade (ambos da ARG)

Palmeiras – Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan e Piquerez; Danilo, Zé Rafael, Wesley, Raphael Veiga e Dudu; Luiz Adriano (Rony). Técnico: Abel Ferreira

Atlético-MG – Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair e Zaracho; Nacho, Hulk e Diego Costa (Vargas). Técnico: Cuca

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas