segunda-feira, janeiro 17, 2022
BANNER_728x90px (4)
HomeFutebol InternacionalPASSAPORTE CARIMBADO - Rússia-2018: Arábia Saudita

PASSAPORTE CARIMBADO – Rússia-2018: Arábia Saudita

Com uma vitória por 1 a 0 sobre o Japão na última rodada das eliminatórias asiáticas, a Arábia Saudita garantiu a classificação para a Copa do Mundo da Rússia. O triunfo deixou os sauditas na segunda colocação do Grupo B, com 19 pontos, um atrás dos próprios japoneses. A briga por esta segunda vaga da chave foi acirrada até o último segundo, isso porque se o Japão empatasse ou derrotasse a Arábia Saudita, a Austrália, que também tinha 19 pontos, estaria na próxima Copa. No entanto, jogando em casa, os sauditas não permitiram o tropeço e superaram os japoneses com um gol de Fahad Al Muwallad. Este será o quinto Mundial da Arábia Saudita, que tem como melhor desempenho um 12º lugar em 1994.

  • Técnico

BERT VAN MARWIJK
O treinador holandês ficou mundialmente famoso em 2010, quando levou a seleção de seu país à final da Copa do Mundo da África do Sul, ficando com a medalha de prata ao ser derrotada por 1 a 0 pela Espanha. Depois disso, teve uma passagem tenebrosa pelo Hamburgo, da Alemanha, no qual durou apenas 143 dias no cargo, deixando a equipe na zona do rebaixamento. Mesmo desacreditado, foi chamado pela Arábia Saudita para tentar classificar o país para o Mundial após duas eliminatórias seguidas de fracassos, e foi muito bem na missão. Desde 2015 no comando, ele tem aproveitamento de mais de 60% dos pontos e conseguiu a vaga direta na Copa da Rússia, ficando à frente da Austrália, que era considerada a favorita para ficar com o 2º posto do grupo B, e evitando a repescagem.

  • Craque

MOHAMMAD AL-SAHLAWI
Os sauditas devem muito a classificação para a Copa do Mundo aos gols de Mohammad Al-Sahlawi. O centroavante de 30 anos, que foi revelado pelo Al-Qadisiya e atualmente defende o Al-Nassr, destaca-se pelo seu país desde as seleções de base e foi muito importante nas eliminatórias. Ele marcou incríveis 16 gols e terminou como artilheiro do qualificatório asiático, ao lado de Ahmed Khalil, dos Emirados Árabes Unidos. O mais espantoso de tudo foi sua média: ele anotou os 16 tentos em apenas 14 partidas, o que dá 1,14 gol/jogo. Ao todo, ele anotou 28 vezes com a camisa alviverde, e é a grande esperança da Arábia Saudita para tentar ao menos passar pela fase de grupos na Copa do ano que vem – o que não acontece desde o Mundial de 1994, quando os sauditas caíram nas oitavas de final.

 

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas