Por causa do carnaval, Bahia não consegue embarcar em vôo, Polícia não garante segurança e jogo é cancelado

O Bahia iria jogar contra o Paraná às 16h30 pela Copa do Brasil, em Curitiba. Mas por um problema com o vôo e por falta de contingente policial a partida teve que ser cancelada.

O clube baiano faria uma escala em São Paulo antes de se dirigir à cidade onde seria realizado o jogo. Entretanto, por conta das fortes chuvas que atingiram a capital paulista na última sexta-feira, o vôo teve que ser redirecionado para Campinas. De lá, os titulares do Bahia tentaram ir de ônibus até o aeroporto paulistano para de lá pegar o vôo à capital do Paraná, entretanto um trânsito de cerca de 4h, reflexo do carnaval, atrasou os planos da delegação.

“Teve uma logística da empresa que tira as passagens do Bahia. O Bahia queria ir na quinta, mas não houve condições. Eles tiveram que pegar os voos na sexta, em dois grupos. Mas teve muita chuva em São Paulo, e eles não conseguiram descer. O clube tinha atletas embarcando às 2h da manhã para Curitiba, e não dava tempo para os atletas se recomporem para jogar,” disse Ednaldo Rodrigues, presidente da Federação Bahiana de Futebol.

O Paraná Clube tentou negociar que a partida fosse mantida no sábado, alegando que uma parte da delegação do Goiás já está na cidade e poderia disputar a partida, mas não teve sucesso.

Inicialmente a partida seria adiada para as 15h de domingo, entretanto, após a Polícia Militar alegar que não teria condições de garantir a segurança no local (já que parte do contingente está destinado a acompanhar o carnaval na cidade), o jogo foi cancelado e ainda não tem nova data definida.