terça-feira, maio 17, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeDESTAQUESRepeteco da ida: Chape não cria, Romero marca e decreta classificação uruguaia

Repeteco da ida: Chape não cria, Romero marca e decreta classificação uruguaia

  • Em fim de Libertadores melancólico para a Chapecoense. A exemplo do primeiro jogo, em Chapecó, o Verdão criou pouco, não conseguiu superar o bom esquema de marcação dos donos da casa e está fora da competição. Na noite desta quarta-feira, no Parque Central, Romero – assim como na partida de ida – fez o único gol e decretou a classificação uruguaia para a próxima fase.

  • DESTAQUE SEQUÊNCIAA Chape está eliminada da Libertadores e agora volta as atenções para o estadual, onde encara o Tubarão, na próxima sexta. O jogo está marcado para às 20h30 (de Brasília), na Arena Condá. O Nacional encontra o Banfield-ARG na próxima fase. A partida acontece na próxima quarta-feira, no Uruguai.

    A Chapecoense começou o jogo de uma maneira que fez até o mais descrente acreditar em uma classificação do clube. Romero, o mesmo jogador que fez o gol da vitória do Nacional na partida de ida, foi o responsável por dar um banho de água fria nós brasileiros. Após Conde salvar os donos da casa após cabeçada de Arthur, o volante apareceu livre na área para chutar para o gol. A bola desviou em Douglas e tirou qualquer chance de Jandrei defender.

    O Verdão acusou o golpe. Demorou para voltar para a partida. Antes, quase levou novo gol, mas Zunino desperdiçou. O Nacional teve mais duas chances, com Fernandez e Viúdez. Apodi salvou a segunda em cima da linha. No fim da etapa, Conde evitou o empate após cabeçada de Douglas.

    Pouca criatividade foi a tônica nesta curta passagem da Chape na Libertadores. Nos últimos 45 minutos do duelo, novamente os brasileiros tiveram dificuldade em criar chances de gol. Sem recursos, o time forçou bolas em Apodi, que bem marcado por Fucile e de Pena, nada pode fazer.

    Kleina esperou 15 minutos para ver a reação do seu time após a conversa no vestiário. Sem o resultado desejado, lançou mão de um volante para colocar o jovem Bruno Silva. Nadson foi a opção para aumentar a criatividade, mas não conseguiu melhorar as chances da Chape.

    Romero fez o gol da vitória do Nacional no jogo de ida e fez também no jogo de volta. O volante aproveitou os erros de marcação da Chape e apareceu como homem surpresa para balançar as redes de Jandrei.

    Depois da bonança, veio a tempestade. Kleina estava invicto no comando da Chapecoense até o início da Libertadores. Após perder para o Nacional, na Arena Condá, perdeu para o Hercílio Luz no estadual e novamente para os uruguaios nesta quarta. Como agravante, na próxima sexta o clube enfrenta o Tubarão e devido o pouco tempo entre os dois jogos, entrará com uma equipe reserva.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas