segunda-feira, janeiro 17, 2022
BANNER_728x90px (3)
HomeSem categoriaSesc/RJ leva susto, mas arranca virada e vence Barueri em casa pela...

Sesc/RJ leva susto, mas arranca virada e vence Barueri em casa pela Superliga

Sesc/Rio de Janeiro mostrou porque é o favorito e detém tantos títulos da Superliga nesta sexta-feira, no ginásio do Tijuca. Depois de ver o Barueri abrir dois sets de vantagem e encaminhar sua primeira vitória na competição, o time de Bernardinho conseguiu reverter o resultado e vencer por 3 sets a 2 (parciais 24/26, 23/25, 25/22, 25/23 e 15/12). Drussyla liderou a reação carioca ao lado de Gabi Guimarães, que no fim do último set caiu de mal jeito e saiu carregada de quadra sentido muito. Do outro lado da quadra, o Barueri deu mais um exemplo de sua força dominando o início da partida.

– A vontade a partir do terceiro set fez a diferença. Nossa consciência no jogo mudou, nós contra-atacamos melhor. Vale a pena ressaltar que hoje jogamos como um time, a Natiely jogou muito bem. Bernardinho vem pedindo para a gente construir o jogo melhor e foi isso que fizemos hoje – comentou Drussyla, escolhida como melhor jogadora da partida.

Sesc/Rio de Janeiro e Barueri fizeram duelo emocionante (Foto: Erbs Jr.)Sesc/Rio de Janeiro e Barueri fizeram duelo emocionante (Foto: Erbs Jr.)

Sesc/Rio de Janeiro e Barueri fizeram duelo emocionante (Foto: Erbs Jr.)

O jogo

Gabi Guimarães soltou o braço e abriu o placar a favor do Sesc/Rio de Janeiro no primeiro set. Mesmo com a pressão da torcida adversária, o Barueri veio logo atrás e também marcou o seu. As donas da casa fizeram dois pontos seguidos, mas a vantagem parou por aí. Edinara subiu pela ponta e diminuiu para o time paulista: 10 a 9. O bloqueio da equipe comandada por Bernardinho começou a funcionar, e o Rio conseguiu descolar. Ainda no fim da primeira parcial, Zé Roberto sacou Jaque do banco. Mesmo sem pontuar, a presença da bicampeã olímpica mudou o rumo da partida, e a equipe paulista arrancou o empate em 23 a 23, obrigando Bernardinho a pedir tempo. O intervalo não surtiu efeito, e com um lindo ace, o Barueri ficou na frente pela primeira vez na partida. Os dois times protagonizaram um rali incrível no último ponto do set, e Edinara levou a melhor fechando em 24 a 26 para as visitantes.

O primeiro ponto da segunda parcial saiu no ace de Vivian e pareceu ser o começo de uma reação carioca. Pareceu. O Barueri mostrou sua força pela ponta e fechou a rede para fazer 4 a 7. Do outro lado da quadra, o domínio paulista na partida desestabilizou as donas da casa. O placar apontava uma vantagem de cinco pontos para as comandadas de Zé Roberto. Aos poucos, o time de Bernardinho se encaixou e com apoio da torcida diminuiu a vantagem: 14 a 15. O jogo seguiu lá e cá, e camisa número 4 do Barueri, Edinara, subiu mais uma vez e colocou a bola no chão para manter sua equipe na frente. Com quatro set points, o Barueri viu as donas da casa salvarem três deles, mas Suelle largou o braço e fechou mais um set para as visitantes.

O Barueri liderou o placar durante os primeiros pontos do terceiro set. Pressionadas, as meninas do Sesc/Rio de Janeiro conseguiram virar, mas sentiam dificuldade para abrir uma distância e sair do sufoco. Com Gabi Guimarães no saque, o jogo mudou, e as donas da casa finalmente respiraram: 15 a 12. O time de Zé Roberto se reorganizou, partiu para reação e empatou forçando dois erros seguidos no ataque das adversárias. O Rio não desistiu, e Roberta trabalhou com Drussyla pela ponta para encerrar a parcial em 25 a 22.

A vitória no set anterior levantou a moral do Sesc/Rio de Janeiro, que conseguiu marcar o primeiro ponto da quarta parcial. Determinadas em fechar o jogo, as meninas do time paulista conseguiram virar, e depois de uma defesa inacreditável de Suelle, o placar apontou 7 a 8 para as visitantes. Com dificuldades na recepção, a equipe de Bernardinho viu o Barueri descolar. Com Jaque em quadra, as visitantes seguraram a pressão para ficar na frente. Gabi Guimarães explorou o bloqueio adversário e conseguiu virar. O jogo esquentou depois de uma bola marcada a favor do Rio de Janeiro, e as donas da casa conseguiram fechar o set e empatar a partida: 25 a 23.

Gabi Guimarães machuca o joelho e deixa a quadra carregada 2/5

Gabi Guimarães machuca o joelho e deixa a quadra carregada 2/5

No último e decisivo set, a partida seguia muito equilibrada, quando Gabi Guimarães deu um susto no técnico Bernardinho. A ponteira do Rio caiu de mal jeito e sofreu uma lesão. Saiu de quadra carregada e chorando bastante, obrigando o treinador carioca a mudar o time. Mesmo sem uma das suas principais jogadoras, o Sesc/RJ estava melhor. Empurradas pela torcida, as donas da casa fecharam a parcial em 15 a 12 e venceram o jogo.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas