quarta-feira, maio 18, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeFutebol InternacionalTorcedor arremessado de tribuna em clássico argentino tem morte cerebral confirmada

Torcedor arremessado de tribuna em clássico argentino tem morte cerebral confirmada

Segundo pai, ele reconheceu homem envolvido na morte do irmão. “Me matou um filho e agora me arranca outro”

Um torcedor que foi arremessado das tribunas do estádio Mario Kempes durante partida entre Belgrano e Talleres teve morte cerebral confirmada neste domingo (16). A cena violenta foi flagrada pelo jornal “La Voz del Interior”, de Córdoba. O clássico, que terminou empatado em 1 a 1, teve torcida única.

 Emanuel Balbo, 26 anos, estava na torcida e teria reconhecido um dos homens que participaram da morte do seu irmão mais novo. Ele foi confrontá-lo e o homem alegou que Balbo era torcedor do Talleres e incitou a torcida do Belgrano a agredi-lo. A informação foi dada pelo pai da vítima, Raúl Balbo, em entrevista à Rádio Mitre. Antes, havia sido divulgado que Emanuel era torcedor do Talleres e por isso fora atacado por rivais.

“A primeira coisa que tenho que deixar claro é que meu filho não é torcedor do Talleres, não tem nenhuma tatuagem do Talleres e tampouco estava roubando. Meu filho é muito torcedor do Belgrano. O problema é que, faz quatro anos, mataram meu filho mais novo, e ele (Emanuel) foi ao estádio e viu um dos assassinos. Oscar Gómez é um dos que matou meu filho em 2012. Emanuel o reconheceu e aí se armou a confusão. O pouco homem que é Oscar Gómez, em vez de defender-se só, incitou à violência gritando que meu filho era torcedor do Talleres e pediu que o tirassem dali”, declarou Raúl Balbo. “Matou um filho meu e agora me arranca outro”, disse ele ao Clarin.

Segundo o pai, seu filho mais novo, Maurício, foi morto em 2012. Ele estava em uma moto com um amigo quando foi atropelado por dois carros que disputavam um “racha”. O rapaz tinha 15 anos e foi hospitalizando, morrendo depois. O amigo morreu na hora. Os motoristas fugiram – um deles seria o homem que Emanuel Balbo avistou no estádio.

Balbo está internado e teve morte cerebral confirmada, segundo o jornal Voz del Interior. Uma tia de Emanuel, identificada como Erika, afirmou ao Clarín que agora a família espera “um milagre”. O diretor do Hospital de Urgências, Maximiliano Tittarelli, deu detalhes: “Está vivo, assistido mecanicamente, com o coração batendo, mas sem atividade cerebral”.

A polícia já identificou três suspeitos pelo crime, mas até agora ninguém foi preso. O Belgrano, que era mandante do jogo, divulgou nota lamentando o fato e chamando para a “reflexão pelo que aconteceu e se coloca à disposição dos organismos de segurança para colaborar no esclarecimento do caso”.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas