sexta-feira, junho 24, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeArbitragemVergonhoso a decisão do TJDF/BA

Vergonhoso a decisão do TJDF/BA

Simplesmente vergonhoso a decisão do – Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Bahia (TJDF-BA) onde julgou na noite desta terça-feira (19), os casos de agressões a árbitros no Campeonato Intermunicipal de Seleções 2017.

Com o julgamento o TJDF-BA definiu as penas finais de cada réu. Por envolvimento nas agressões ao árbitro Leonardo Oliveira Carvalho, na partida entre Teixeira de Freitas e Eunápolis, foram punidos 11 integrantes da Seleção de Teixeira de Freitas.

Essa decisão é no mínimo vergonhosa, pois só os atletas foram punidos com uma pena máxima de 300 dias, os dirigentes e a Liga de Futebol de Teixeira de Freitas que tem a maior responsabilidade em tudo o que aconteceu foram absorvidos por maioria dos votos devido à comprovação da identificação dos invasores pela Polícia Militar e a condução dos mesmos à Delegacia, conforme documento policial nos autos do processo.

A confusão foi generalizada, a liga e os seus dirigentes foram coniventes, não tiveram a responsabilidade de conterem as agressões ao árbitro Leonardo Oliveira Carvalho  que foi agredido por todos, ao ponto de ser hospitalizado para fazer sutura no rosto e cuidar de outras hematomas em todo seu rosto além do seu corpo inteiro. Era um profissional que estava ali, que saiu do conforto da sua família para prestar serviços para a FBF – Federação Baiana de Futebol e recebeu em troca essas agressões, “tentativa de homicídio” de todos que partiram para cima do profissional, imagine se esse profissional caísse no chão, como estaria a família deste rapaz agora? Talvez estivesse lamentando sua falta entre eles. O Fato de serem identificados todos os envolvidos não se pode tirar as responsabilidades da liga de Teixeira de Freitas, pois se trata de “Tentativa de Homicídio” inaceitável  essa decisão do TJDF-BA, só faltou punir o profissional de arbitragem que sofreu com tudo isso.

O mesmo aconteceu em Vera Cruz, por agressão ao árbitro Antônio Eloy de Brito Neto, na partida entre Vera Cruz e Santo Antônio de Jesus foram punidos três integrantes da Seleção de Vera Cruz.

A Liga Desportiva de Vera Cruz foi absolvida, em razão da regra estabelecida no § 3º do art. 213 do CBJD, uma vez que os invasores do campo e agressores foram devidamente identificados, detidos e encaminhados para a autoridade policial, além de ter sido lavrado boletim de ocorrência.

É importante ressaltar que nos dois casos foram invadidos por dirigentes e jogadores, as agressões foram feitas por dirigentes e jogadores, não foram torcedores que invadiram e agrediram e depois foram identificados como diz o artigo acima citado.

Que beneficio traria para a FBF a não punição da Liga de Teixeira de Freitas e a de Vera Cruz?

A Federação Baiana de Futebol Virou dono de uma só pessoa, que quer de uma forma ou de outra se perpetuar no cargo, o futebol baiano a cada ano que passa a bagunça e o descrédito aumentam cada vez mais.

Como pode ligas de futebol amador eleger um presidente de uma federação que vai dirigir futebol profissional?

Será se só os clubes profissional eleger-se o Presidente, o atual presidente estaria a 16 anos no comando do futebol baiano?

Quando é que vamos curar esse câncer do nosso futebol? Até quando temos que aguentar isso?

Precisamos urgentemente de mudanças no comando do Futebol Baiano.

Aderbal Monteiro

 

 

 

 

A Liga Desportiva de Vera Cruz foi absolvida, em razão da regra estabelecida no § 3º do art. 213 do CBJD, uma vez que os invasores do campo e agressores foram devidamente identificados, detidos e encaminhados para a autoridade policial, além de ter sido lavrado boletim de ocorrência.
- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas