O atacante boliviano Rodrigo Ramallo não faz mais parte do elenco do Vitória. A rescisão contratual do jogador foi anunciada no site oficial do clube. Em conversa com o GloboEsporte.com, o diretor de futebol rubro-negro, Sinval Vieira, afirmou que o acordo ainda não foi assinado, mas o atleta está mesmo de saída da Toca do Leão.
– Não assinou ainda. Mas é irreversível. Está finalizando – declarou.

Ramallo chegou ao Vitória em junho do ano passado, após defender a Bolívia na Copa América. A ideia do clube era aproveitar a experiência do atacante para a disputa da Série A. Contudo, o atleta boliviano não conseguiu conquistar espaço e pouco atuou em 2016. Foram apenas seis partidas, sendo dois pela Copa do Brasil e quatro pelo Campeonato Brasileiro. Ele não marcou gols pela equipe baiana e não joga desde setembro, quando foi escalado como titular diante do Atlético-MG.

Em outubro, Ramallo chegou a se queixar publicamente da falta de oportunidades. Em uma rede social, torcedores questionaram o baixo número de jogos do atacante. Em resposta a um dos seguidores, Ramallo afirmou que não possuía o respaldo necessário para atuar no Vitória, confiança que encontrava apenas na seleção boliviana.