quarta-feira, maio 18, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeDESTAQUESVitória cai para o Botafogo, mantém jejum fora de casa e segue...

Vitória cai para o Botafogo, mantém jejum fora de casa e segue no Z-4

O Vitória foi ao Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ, em busca de reabilitação na Série B, mas terminou derrotado pelo Botafogo: 1 a 0. O revés no jogo desta quarta-feira, 30, válido pela oitava rodada da competição nacional, foi o terceiro seguido do Rubro-Negro, que segue na zona de rebaixamento.

>>Veja tabela de classificação e jogos da Série B

Mais uma vez o Leão sofreu com a baixa produção ofensiva longe de seus domínios e passou praticamente todo o jogo sem levar perigo ao gol dos mandantes. Lá atrás, uma falha de Ronaldo custou caro e time volta para Salvador sem pontuar na rodada.

Na 18ª posição, o Vitória tem a mesma pontuação do lanterna Ponte Preta. São apenas seis pontos somados, em 24 possíveis. Aproveitamento de 25%. O próximo compromisso do time será no sábado, contra o Goiás. A partida, no Barradão, está marcada para às 21h30.

Primeiro tempo

O cada vez mais tradicional esquema com três zagueiros do Vitória para jogos como visitante teve duas novidades. Ronan e Ronaldo ganharam chances como titulares. O goleiro, fora de ação desde o início de junho, foi testado já no primeiro minuto, quando Ronald acertou uma bomba no travessão.

Foi a única jogada de perigo real nos primeiro 15 minutos de uma partida em que a bola ficou mais concentrada no meio de campo. O Rubro-Negro até conseguiu ter sucesso na estratégia de pressionar a saída para desarmar o Botafogo ainda no campo de defesa alvinegro, mas ao recuperar a posse o Leão errava na construção do ataque.

O jogo seguiu com muitos erros de passe no meio de campo e escolhas ruins dos homens de ataque. Combinação que manteve as duas equipes longe do gol, e até mesmo de criar chances para finalizar.

Até que, aos 28 minutos, o Alvinegro conseguiu uma boa finalização com Rafael Navarro. Ele recebeu passe dentro da área depois de jogada individual de Chay, que se livrou de dois marcadores antes de servir o companheiro. Bem posicionado, Ronaldo mandou para escanteio. Na sequência, o goleiro defendeu a cabeçada de Gilvan.

Como já tinha acontecido em outras partidas em que o time entrou em campo com três zagueiros, o Vitória foi inoperante no ataque durante todo o primeiro tempo. As únicas finalizações do time vieram em chutes de longa distância, que passaram longe da meta defendida por Douglas Borges.

Segunda parte

Os 48 passes errados e o fato do Vitória não ter conseguido nenhuma finalização na direção do gol durante todo primeiro tempo não foram suficientes para fazer Ramon mexer no time.

Durante os primeiros minutos do segundo tempo o panorama da partida também não teve alteração. Só aos 14’ o Leão conseguiu chegar com perigo. Perinho chutou de primeira e teve finalização defendida por Douglas Borges. No rebote, Ronan mandou por cima do gol.

Com 20 minutos Ramon arriscou as primeiras mudanças, mas sem alterar a formação do time. Soares e Ronan saíram para as entradas de Bruno Oliveira e David. Qualquer que fosse o plano do treinador, ele foi por água abaixo segundos depois porque o Botafogo abriu o placar logo na sequência.

Chay avançou pelo lado direito do ataque, e mesmo marcado, arriscou para o gol. Ronaldo, posicionado à espera de um cruzamento, foi surpreendido e não conseguiu chegar na bola que veio forte em seu canto esquerdo. Mandantes na frente, com a colaboração do goleiro rubro-negro.

Depois de sofrer o gol, Ramon Menezes abriu mão dos três zagueiros e colocou Guilherme Santos no lugar de Marcelo Alves. O time se fez mais presente no ataque, mas não esteve nem perto de empatar.

BOTAFOGO 1X0 VITÓRIA – 8ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE B

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), às 21h30
Gols: Chay, aos 20 minutos do segundo tempo

Árbitro: Lucas Paulo Torezin (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta (ambos do PR)
Cartões amarelos: Luis Oyama, Chay, Gilvan e Rafael Carioca (Botafogo); Gabriel Bispo e Bruno Oliveira (Vitória)

Botafogo – Douglas Borges; Daniel Borges, Kanu, Gilvan e Guilherme Santos (Rafael Carioca); Luis Oyama, Pedro Castro e Chay (Marco Antônio), Ronald (Barreto) e Diego Gonçalves (Matheus Frizzo); Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Marcelo Chamusca

Vitória – Ronaldo; Raul Prata, Marcelo Alves, Mateus Moraes (Guilherme Santos), Wallace e Pedrinho; Gabriel Bispo (Cedric), Pablo Siles e Soares (David); Ronan (Bruno Oliveira) e Dinei (Ygor Catatau). Técnico: Ramon Menezes

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas