Vitória desperdiça pênaltis, vence o Botafogo, mas perde liderança

O Vitória, mais uma vez, deixou a torcida na bronca. Com mais uma atuação ruim, o Rubro-negro até venceu o Botafogo (PB) por 1 a 0, mas o placar magro prejudicou a equipe em termos de classificação.

Com dez pontos, o Leão foi ultrapassado pelo Sergipe, que chegou aos mesmos dez com melhor saldo de gols.  Agora, o time baiano terá que vencer o último jogo da fase de grupos, contra os próprios Sergipanos, fora de casa, para garantir a primeira colocação do Grupo E e não depender de contas para se classificar às quartas de final da Copa do Nordeste.

Alan Costa marcou o único gol da partida. André Lima e Patric ainda desperdiçaram um pênalti cada.

O JOGO

O jogo começou com o Vitória tendo oportunidade de abrir o placar logo no seu primeiro ataque. Gabriel Xavier cobrou escanteio na área, Pineda aproveitou o rebote e foi derrubado na área. O árbitro marcou pênalti. Mas, na cobrança, André Lima bateu à meia altura e facilitou a defesa de Michel Alves.

Mas, aos 16, o Rubro-Negro não desperdiçou. Em novo escanteio cobrado por Gabriel Xavier, Kanu desviou de cabeça, Michel Alves saiu mal do gol e Alan Costa, de joelho mandou para as redes.

Aos 23, o Leão quase chegou ao segundo. Patric levantou bola na área, André Lima desviou de cabeça e Michel Alves foi buscar no ângulo com uma linda defesa.

Já aos 46, Euller dividiu bola com o zagueiro na área e o árbitro marcou um pênalti polêmico para o Vitória. Na cobrança, Patric bateu no travessão e desperdiçou a segunda cobrança da equipe na partida.

No segundo tempo, o Vitória voltou a apresentar um futebol ruim, cedeu espaços ao Botafogo (PB), não conseguiu marcar e foi veiado pela torcida com o triunfo magro.

Vitória 1 x 0 Botafogo (PB)
Copa do Nordeste – 5ª rodada

Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data/Horário: 12/03/2017, às 19h
Arbitragem: José Woshington da Silva, assistido por Clovis Amaral da Silva e Fabrício Leite Sales (todos de PE)
Cartões amarelos: Gabriel Xavier, Kanu, Kieza, Alan Costa (VIT); Bruno Maia, Sapé, Wanderson (BOT)
Gols: Alan Costa (VIT)

Vitória
Fernando Miguel; Patric, Alan Costa, Kanu e Euller; José Welison (Uillian Correia), Willian Farias e Gabriel Xavier (Cleiton Xavier); Pineda, Kieza (David) e André Lima. Técnico: Argel Fucks.

Botafogo (PB)
Michel Alves; Plínio, Bruno Maia, Walber e Lito; Djavan, Fernandes, Roger e Sapé; Wanderson e Rafael Oliveira. Técnico: Itamar Schülle.