Após ter Euller expulso no último lance do segundo tempo e jogar a etapa final toda com um homem a menos, o Vitória teve tudo para conquistar um triunfo heroico sobre o Vasco. Mas, em um pênalti duvidoso, mas desnecessário, cometido por David, o Rubro-Negro cedeu o empate ao Vasco nos acréscimos e ficou no 1 a 1 em São Januário.
Patric, também de pênalti marcou o gol do time baiano. Nenê deixou tudo igual para o Cruzmaltino.
Com o resultado, o Leão ficou em vantagem para o jogo de volta, na próxima quinta-feira (16), no Barradão. Os comandados de Argel Fucks poderão empatar sem gols para ficar com a vaga na quarta fase da Copa do Brasil.
Um novo 1 a 1 levará a decisão para os pênaltis. Já empates a partir de 2 a 2 classifica a equipe carioca.
O JOGO
Em um primeiro tempo onde mais marcou do que atacou, o Vitória sofreu pressão, mas também teve chances de marcar.
A primeira boa oportunidade foi do Vasco. Aos 21 minutos, Nenê levantou bola na área, Thales desviou de cabeça e Fernando Miguel fez importante defesa.
Já o Rubro-Negro só assustou aos 34. Kieza ajeitou bola de cabeça para Paulinho, que chutou forte de primeira e tirou tinta da trave.
Já aos 40 minutos, o Leão teve a melhor chance do primeiro tempo. Gabriel Xavier recebeu lançamento livre, invadiu a área sozinho, mas adiantou demais e deu a bola de graça a Martín Silva.
No fim da etapa inicial, o Vitória ainda sofreu uma perda. Euller fez falta em Kelvin, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.
Com um homem a menos, o Vitória iniciou o segundo tempo sendo pressionado e quase levou um gol logo aos dois minutos. O Vasco entrou na área tocando a bola com facilidade, Thales recebeu livre na pequena área, mas chutou mal e isolou.
Mas, aos 22 minutos, o Cruzmaltino, em um erro individual, ajudou o Rubro-Negro. Manga foi desarmado por Kanu na área, caiu no gramado e colocou a mão na bola. O árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, Patric chutou forte no ângulo e abriu o placar em São Januário.
Aos 32 minutos, o Vasco por pouco não empatou. A bola foi levantada na área, Thales desviou de cabeça e acertou o travessão.
Porém, aos 47, o Vitória deixou o triunfo escapar. David derrubou Nenê na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o camisa 10 deslocou Fernando Miguel e garantiu o empate.
Vasco 1 x 1 Vitória
Copa do Brasil – 3ª fase (Ida)
Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/Horário: 09/03/2017, às 19h15
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda. Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Daniel do Espírito Santo
Cartões amarelos: Gilberto (VAS); Euller, Willian Farias, Paulinho, Geferson, Kanu (VIT)
Cartões vermelhos: Euller (VIT)
Gols: Patric (VIT); Nenê (VAS)