quarta-feira, maio 18, 2022
BNR-728X90-RENOVACAO---SOCIAL
BNR-728X90-RENOVACAO---ILUMINACAO
BNR-728X90-RENOVACAO---PAVIMENTACAO
HomeVitóriaVitória visita o Botafogo e tenta embalar no Brasileirão

Vitória visita o Botafogo e tenta embalar no Brasileirão

O Vitória amargou mais uma desclassificação na temporada e, agora, resta voltar as atenções para o Campeonato Brasileiro. Em 14º lugar na classificação da Série A, a equipe vai ao Rio de Janeiro pegar o Botafogo para emplacar a terceira vitória seguida e ficar bem na competição.

Para o jogo deste domingo, 27, o técnico Vágner Mancini não vai poder contar com Kanu, suspenso pelo terceiro amarelo. Com o desfalque, essa pode ser a oportunidade do zagueiro Aderllan voltar ao time após uma lesão no tornozelo no jogo de estreia, no início do mês.

“Tô voltando de lesão, mas ainda tenho hoje [ontem] e amanhã [hoje] para treinar e saber se posso estar à disposição. O professor também vai saber com o departamento médico se eu estou liberado”, contou o jogador.

Sobre o entrosamento com os possíveis parceiros de zaga, ele disse não haver com o que se preocupar. “Eu venho treinando com o Ramon, também com Walisson e Kanu. O professor tá sempre testando as duplas”.

Fora de todas as outras competições, o Vitória terá tempo suficiente para se dedicar ao Brasileiro. Para Aderllan, não pode mais ter motivos para não sair de campo com as vitórias. “Não tem mais desculpa de estar em três, duas competições, nem que está cansado. Agora é focar no Brasileirão”.

Mesmo fora de campo, o zagueiro tem analisado a evolução do time. Apesar de um bom número de gols marcados, o vazamento da defesa preocupa. Ainda assim, Aderllan acredita que a postura do time já esteja mudando. “Nos últimos dois jogos [do Brasileiro] tomamos apenas um gol em cada, e isso já é bom. Sabemos que quando tomamos menos gols estamos mais perto da Vitória”.

Há pouco tempo em Salvador, já deu pro jogador sentir o calor do torcedor. Em encontros informais na rua ou em protestos no Barradão, as cobranças não deixam aparecer. Aderllan não tira a razão da torcida, que deve protestar quando descontente, mas cobra o apoio nos jogos. “Sabemos que quem vem ao ao estádio tem que apoiar, é difícil você jogar em casa com a vaia da sua torcida”. E mesmo cobrando, reconhece que é uma via de mão dupla: “É com vitórias e resultados positivos que a torcida vai chegar, vai apoiar”.

Contra o Botafogo e para o início de uma boa sequência, Aderllan já deu a receita: “Dar continuidade e vencer o máximo de partidas possíveis”.

- Advertisment -
WhatsApp Image 2021-08-18 at 5.26.23 PM
Screenshot_3
549874643216798-4
f54459f1-2954-40f7-b3a6-7858147561ae
IMAGEM

Mais lidas